Portugal

Portugal

Perfil do País Portugal FlagBrasão de PortugalHino Nacional de PortugalData da Independência: 5 de outubro de 1143 (do Reino de León) Língua Oficial: Forma do Governo Português: Território da República Parlamentar: 92.151 km² (109º no mundo) População: 10.799.270 pessoas (80 do mundo) Capital: LisboaCurrência: Euro (EUR) Fuso horário: UTC +0 (no verão UTC +1) Maiores cidades: Lisboa, PortoVP: $ 236,049 bilhões (46º no mundo) Domínio da Internet: .pt Código do telefone: +351

Portugal - um país pequeno, mas tem uma diversidade geográfica impressionante. O país ocupa a sexta parte da Península Ibérica, toda a sua parte ocidental. Poucos países do mundo dispararam e caíram no abismo, como em Portugal. Desde a grande superpotência do século XVI, rica e com muitas colônias, o país se transformou em um estado nos arredores da Europa. E, no entanto, Portugal manteve o otimismo e está passando por outro período de transição hoje.

Destaques

Portugal é fácil de alcançar e fácil viajar pelo país. Mesmo em condições de tempo limitado, você pode ver uma variedade de regiões e pontos turísticos - praias famosas, montanhas rochosas, castelos de luxo, aldeias tradicionais e magníficas cidades medievais. No entanto, a maioria dos turistas está limitada à bela capital de Lisboa e às praias ensolaradas do Algarve. Além disso, o país possui uma rica herança cultural, que pode ser encontrada em qualquer cidade e vila. Os portugueses são muito abertos e hospitaleiros, têm excelente cozinha e excelentes vinhos.

Em Portugal, você pode fazer compras, provar vinhos locais, jogar golfe, passear por museus, observar pássaros, explorar parques nacionais, passear pelas colinas, velejar ou pescar. Mas lembre-se, onde quer que você vá e faça o que fizer, você estará sempre perto de praias deslumbrantes. O litoral em Portugal é de 563 km e uma largura de 225 km. Do sul e do oeste, Portugal é banhado pelo oceano Atlântico. E em toda parte você encontrará areia branca cintilante. No sul, as praias mais bonitas são a costa de Sotaventa. De Faro a sudoeste e mais a oeste estendem-se inúmeras enseadas e pequenas praias - populares, como em Albufeira, ou acolhedores, como no Carvoeiro. Desde a costa oeste do Algarve e até ao ponto mais setentrional do país encontram-se praias deslumbrantes - uma é melhor que a outra. E muitas vezes em uma praia tão luxuosa você pode ser o único convidado.

Em geral, mesmo o viajante mais atarefado não ficará entediado neste país.

Cidades de Portugal

Lisboa: Lisboa é a capital, a maior cidade de Portugal, localizada em sete colinas na foz do rio Tejo ... Porto: Porto é a segunda maior cidade de Portugal, construída sobre rochas de granito sobre o rio Douro ... Coimbra: Coimbra é a cidade onde se encontra a universidade mais antiga de Portugal. Foi fundada em 1290 em ... Sintra: Sintra é uma cidade em Portugal, localizada na encosta norte das colinas arborizadas da Serra de Sintra, ... Fatima: Fátima é uma cidade em Portugal, localizada nas colinas 135 km ao norte de Lisboa. Fátima é uma ... Braga: Braga é uma cidade bonita e animada em Portugal. No século XII, esta cidade era um centro religioso ... Évora: Évora é uma cidade em Portugal, na província do Alentejo, localizada numa colina baixa ... Cascais: Cascais é uma pitoresca cidade turística em Portugal com excelentes praias.No verão, a noite está em pleno andamento ... Beja: Beja é uma cidade em Portugal, o centro do distrito e município homônimo, o centro de uma província histórica ... Todas as cidades de Portugal

Tradições fortes e novos horizontes

Tornando-se parte de uma nova Europa unida, Portugal está se esforçando para acompanhar seus vizinhos. Algumas partes do país se tornaram surpreendentemente modernas e cosmopolitas, enquanto outras teimosamente mantêm suas tradições. Os turistas ficam maravilhados com as maravilhas da arquitetura e da moda em Lisboa e no Porto, mas ao mesmo tempo as mulheres locais continuam a usar preto da cabeça aos pés. Nas áreas mais remotas do país, os campos ainda são arados com bois. Um contraste tão acentuado entre o antigo e o novo só foi observado após o grande terremoto de 1755.

A história de Portugal deixou uma marca indelével na face do país e no seu povo. Os mercadores fenícios foram os primeiros a chegar aqui, os romanos começaram a construir cidades e estradas depois deles. Os judeus eram médicos, artesãos e cartógrafos, e os mouros deixaram para trás grandes fortalezas, jardins de amêndoas e cidades brancas como labirintos de ruas estreitas. Pessoas de olhos azuis e olhos azuis vivem nas regiões do norte e, em sua aparência, influências alemãs e celtas são claramente sentidas. Olhos escuros mouros e pele de azeitona são característicos dos habitantes do sul.

Sim, e em suas longas canções, motivos árabes também são sentidos.

Tal como a Irlanda e a Espanha, Portugal deu ao mundo muitos imigrantes. Em busca de uma vida melhor, os portugueses foram para a Alemanha, França e América.

No entanto, quando a economia de Portugal se fortaleceu, muitos regressaram à sua terra natal. Evidências de riqueza adquirida no exterior são novos lares que surgiram em cidades pequenas em todo o país. A maioria dessas casas nas áreas do norte. Embora Portugal tenha desistido do controle de suas colônias na África, América Latina e Ásia, um país democrático e estável atrai muitos imigrantes, o que torna a atmosfera étnica e cultural nas cidades portuguesas ainda mais diversificada.

Tesouros de Portugal

Hoje, os turistas descobrem os verdadeiros tesouros de Portugal, apesar do facto de muitos se limitarem às praias ensolaradas do Algarve ou à requintada vida citadina na capital Lisboa. Embora os locais mais famosos de Portugal sejam bem conhecidos na Europa, aqueles que decidirem se afastar dos caminhos mais conhecidos serão generosamente recompensados. Por área, Portugal é metade do tamanho da Grã-Bretanha. Cerca de 10 milhões de pessoas vivem aqui. No entanto, neste país existem centenas de atrações, surpreendentemente conveniente para visitar. Portugal também se surpreende com a impressionante variedade de paisagens em uma área tão pequena.

Mesmo durante uma curta viagem por este país, você pode ver muito.

Cerca de 200 castelos medievais estão espalhados por Portugal. Alguns deles são reconstruídos antigas fortalezas romanas, outros são cidades fortificadas. Sob o disfarce do castelo de Cay-Georges, em Lisboa, e da fortaleza em ruínas de Sintra, a influência mauritana é claramente sentida. A maioria dos castelos foi construída para os reis portugueses, que tiveram que defender suas posses de invasões de terra e mar. O principal construtor da história portuguesa foi Dinis, filho de Afonso III. Dinis tornou-se rei em 1279. Ele construiu e reconstruiu um castelo após o outro, até a sua morte em 1325. De Alkutima no rio Guadiana até Walesa na costa do Minho cresceram poderosas fortificações fronteiriças. As fortalezas tipicamente portuguesas podem ser consideradas os castelos da província do Alentejo. Os castelos majestosos são impressionantes em seu luxo - basta lembrar pelo menos Almurol, localizado em uma ilha fluvial perto de Tom-ra. Os castelos de Estremoz, Óbidos, Palmela, Setúbal e Almeida transformaram-se em pousadas - luxuosos hotéis históricos.

Lisboa foi completamente reconstruída após o mais forte terremoto de 1755. Hoje é uma cidade belíssima, sem esquecer seu passado mouro. Lisboa está localizada em sete colinas acima do rio Tejo. Este poderoso rio origina-se na Espanha e flui através das regiões centrais de Portugal.Apesar de Lisboa ter sido considerada uma cidade bastante provinciana, hoje é a verdadeira capital europeia.

Aproximadamente 160 km de Lisboa são as praias do Algarve - um local de férias favorito dos europeus. O clima ameno, as condições para a prática de esportes, as magníficas praias e muitos hotéis atraem turistas exatamente como todas as outras áreas de Portugal. Não espere ver um conjunto de hotéis e gramados de golfe cuidadosamente aparados. A costa portuguesa permanece fiel a si mesma. Os amantes aproveitam o sol e correm para o sul, rumo ao oceano cristalino, às praias douradas e enseadas isoladas, ladeadas por falésias ocre.

Norte do Algarve estendidos terra quente província do Alentejo. A capital provincial, Évora, foi fundada pelos romanos. Ao longo da fronteira espanhola, castelos montanhosos se erguem, campos de trigo, bosques de oliveiras e sobreiros e pequenas cidades brancas se estendem.

Norte de Lisboa na costa atlântica e planícies centrais são as províncias da Estremadura e Ribatejo.

Esta é a terra das aldeias de pescadores, praias e cidades agrícolas ao longo do rio Tejo. Há também grandes monumentos religiosos aqui - os mosteiros de Alcobaça e Batalha, o famoso templo de Fátima, o mosteiro de Cristo em Tomar e a pitoresca cidade de Óbidos.

Mais ao norte, começa a borda da floresta de Beiraş, a cadeia montanhosa da Serra da Estrela. (aqui é o ponto mais alto de Portugal e aqui está preparando o mais famoso queijo local "serra"). Chegando aqui, você verá as pitorescas cidades-castelo, lagoas marinhas e a famosa Universidade de Coimbra - o centro da vida intelectual em Portugal e o mais antigo da Europa.

O norte do país não é como as regiões sul e central. Tradições antigas são sagradas nas colinas verdes. O vale do rio Douro é coberto por vinhas em socalcos. Das uvas colhidas aqui, preparam um excelente vinho do Porto. Barris de vinho das adegas ao longo das margens do rio são levados para as caves de Vila Nova de Gaia. Esta cidade está localizada em frente ao Porto, a segunda maior cidade de Portugal. Porto já foi uma cidade industrial, mas agora cultura e arte florescem aqui.

Norte do Porto é a província do Minho. Uma vez em seu território foi localizado o antigo estado de Portucale, que deu o nome a todo o país.

Esta é a parte mais bonita de Portugal. Aqui fica o Parque Nacional da Peneda-Gerês e as gemas arquitetônicas como Guimarães, Braga e a popular estância balnear de Viana do Castelo.

A região mais remota e incomum do país de Trás-os-Montes está localizada no nordeste de Portugal. (literalmente "ao virar da esquina"). Esta terra tem sido considerada a terra das bruxas e dos lobos. Os poucos moradores vivem aqui, assim como eles viveram por séculos. Esta região é muito popular entre os caminhantes que são atraídos por florestas exuberantes, pântanos selvagens, cidades isoladas e as poderosas fortalezas de cidades como Bragança e Chaves.

Madeira: A Madeira é um arquipélago situado a 520 km da costa de África e a 1000 km de ... Cabo Roca: Cabo da Roca é o ponto mais ocidental da Europa continental. A cidade mais próxima é ... Açores: Os Açores é um arquipélago pitoresco no Oceano Atlântico Norte, composto por nove ... Quinta e Regaleira: Quinta e Regaleira é um complexo de palácio e parque perto de Sintra, em Portugal. Assim, o parque ... Palácio da Pena: Palácio da Pena é um palácio em Portugal, localizado em uma falésia alta acima de Sintra e ... Jeronimos: Jeronimos é justamente considerado uma das maravilhas da arquitetura mundial. Quando Vasco da Gama é realmente ... Palácio de Mafra: Para o modesto Portugal, a escala e a extravagância do mosteiro e palácio de Mafra, localizado a 40 ... Palácio de Queluz: O Palácio Nacional de Queluz fica a apenas 14 km a oeste de ... Torre de Belém: Belem Tower é um edifício fortificado O rio Tejo no distrito de mesmo nome de Lisboa ... Todas as atracções de Portugal

Quando ir e o que fazer

A questão de quando ir e o que fazer em Portugal depende inteiramente dos seus interesses. Este país é bom em qualquer época do ano.Em Janeiro, o Algarve torna-se especialmente belo - flores de amendoeiras, o tempo está ensolarado e seco, embora às vezes sopre um vento frio. Primavera e outono - uma opção vantajosa para todos. Em Agosto, faz muito calor e nas estâncias de Lisboa e do Algarve está muito cheio. No entanto, no norte neste momento é bastante confortável. Os invernos em Portugal são suaves, a única exceção são as áreas do norte, onde é frio e úmido. Neve e geada para Portugal - uma grande raridade.

Devido ao clima notável, algumas partes do país, especialmente o Algarve, começaram a atrair fãs de esportes.

Portugal tem muitos excelentes campos de golfe, alguns dos quais estão localizados em lugares muito pitorescos. Aqui você pode andar a cavalo, ténis, pesca oceânica. Vela e windsurf são muito populares. Toda a costa do país é uma série de excelentes praias, embora a água no norte seja fria. Fazer esportes é melhor na costa oeste, onde todas as condições para a pesca de primeira classe e surf.

Portugal acolhe muitos festivais e celebrações locais. Os mercados de rua são um estilo de vida, não apenas um lugar para fazer compras. Você pode encontrar entretenimento mais elegante nas grandes cidades - boates da moda, restaurantes cosmopolitas e bares animados.

Conhecer os subúrbios da Europa ocidental é melhor sem pressa. Óptimo prazer - familiaridade com a gastronomia e o vinho portugueses. Não importa se escolhe um simples café de aldeia ou um novo restaurante chique em Lisboa ou no Porto. Não surpreendentemente, a cozinha portuguesa está intimamente ligada ao mar. Muitos famosos porto portugueses famosos do norte. Mas os vinhos de mesa a preço acessível, o Alentejo, o Dau e o Douro, podem ser uma descoberta agradável para si. Tentá-los nas vinhas ou nas adegas da cidade é divertido para o seu humor.

Embora Portugal esteja, sem dúvida, a olhar para o futuro, felizmente, mantém as suas belas paisagens e rico património arquitectónico. Neste país, é fácil encontrar alojamento para todos os gostos e orçamentos, e os portugueses irão encontrá-lo com a sua hospitalidade e cordialidade características.

Grandes descobertas

Os navegadores portugueses mudaram o mundo para sempre. Sob a liderança do Príncipe Enrique, o Navegador (ele mesmo nunca esteve mais ao norte da África) os portugueses foram os primeiros europeus que navegaram sob o Atlântico e passaram pela costa da África. Primeiro em português (frota comandada por Vasco da Gama) pelo mar do oeste chegou à Índia. Eles foram os primeiros europeus a pousar no Ceilão, em Sumatra - as ilhas de especiarias no Estreito das Molucas, que estabeleceram as bases para o comércio com a China e o Japão. No oeste, os portugueses foram os primeiros a pisar a terra da América do Sul e a descobrir o Brasil. Há evidências de que os portugueses, antes mesmo da viagem de 1466 ao Caribe de Colombo, chegaram à costa da América do Norte.

Fernando de Magalhães - Fernando Magalhães - liderou a primeira turnê mundial organizada pelos espanhóis. Embora ele mesmo não fosse capaz de retornar, ele ainda ganhou fama mundial. Navegadores portugueses respeitados em todo o mundo. O famoso Francis Drake contratou um capitão português para o seu Golden Doe.

Estilo arquitetônico manuelino

Os portugueses tornaram-se famosos em todo o mundo por azulejos-zhu-azulejos pintados e portuários, mas não deram uma contribuição menos significativa à arquitetura, criando um estilo requintado no qual a escultura em pedra era amplamente utilizada. Este estilo surgiu em Portugal no final do século XV. e durou apenas algumas décadas, o que coincidiu com o reinado de D. Manuel I (1495-1521)em honra de que ele recebeu o nome - "manuelino".

Aparentemente, os arquitetos portugueses foram inspirados por viagens e descobertas. Eles tomaram o gótico como base e o enriqueceram com uma massa de ornamentos, elementos refinados, ligados principalmente ao mar. Cordas atadas, corais, cavalos-marinhos, redes e ondas foram cortadas de pedra. Outras decorações não marinhas também foram amplamente utilizadas.Pela primeira vez, este estilo foi usado na decoração da pequena igreja de Jesus em Setúbal e na torre de Belém, bem como no mosteiro de Hieronymus. A verdadeira obra-prima do estilo manuelino pode ser considerada as capelas inacabadas do Mosteiro da Batalha.

Magníficos exemplos deste estilo arquitectónico podem ser vistos no Algarve: preste atenção aos portais e janelas das igrejas em Silves. (Igreja da Misericórdia), Alvor e especialmente em Monchique. No século XVI. Estilo manuelino fora de moda. Em 1540, Portugal juntou-se ao resto da Europa, onde um estilo renascentista mais severo prevaleceu na época.

Compras

Embora Portugal tenha centros comerciais e lojas modernas suficientes, o maior prazer é passear pelas pequenas lojas antigas, especialmente em Lisboa e no Porto.

O artesanato popular permanece no país. Requintados artesanatos de ouro e prata, cerâmica pintada à mão, cestas de vime e tapetes de lã clássicos são vendidos nos mercados e em pequenas lojas em todo o país. Você encontrará o melhor artesanato popular no primeiro andar do mercado da Ribeira em Lisboa.

Claro, em Portugal existem muitas boutiques de moda e joalherias. Especialmente famosa por esta Lisboa, Porto e Algarve. Certifique-se de verificar as adegas onde os vinhos do porto e outros grandes vinhos são armazenados. Muitos bens de consumo em pequenas cidades ainda são baratos.

Restituição de imposto

Cidadãos de países fora da União Europeia, podem devolver o imposto sobre o valor acrescentado incluído no preço de muitos bens. Preste atenção aos sinais azuis e brancos "TAX FREE" e preencha os documentos especiais que podem ser obtidos nas lojas com a compra. O IVA pode ser devolvido ao seu cartão de crédito no aeroporto ou enviado para você pelo correio após o retorno à sua terra natal.

O que comprar

  • Cobre e bronze. Castiçais, panelas e frigideiras antiquadas, taças e bandejas são vendidos em todo o país. Cataplanas é uma lembrança maravilhosa, bonita e funcional. A tradição mourisca dos utensílios de metal está preservada na cidade de Loulé, no Algarve.
  • Tapetes e tapetes. Os tapetes feitos à mão, bonitos e de grande qualidade, principalmente da região do Alentejo, são famosos há séculos. Os tapetes de lã de Arraiolos têm um aspecto rústico. Nesta pequena cidade você encontrará dezenas de lojas onde você pode escolher um tapete ao seu gosto.
  • Cerâmica e Azulej. Portugal tem sido famoso por cerâmicas brilhantes e azulejos pintados à mão. Você pode comprar um azulejo branco e azul com um número de casa, ou você pode pegar um painel inteiro. Em algumas lojas, os ladrilhos são pintados por encomenda, incluindo fotos. Para transportar cerâmicas é difícil, pergunte se suas compras não podem ser entregues pelo correio. Cada região tem um estilo próprio: em Coimbra, os artesãos preferem retratar os animais, em Barcelos - os frangos e, em Chaves, fazem cerâmica preta característica.
  • Para azulejos, vá ao Museu dos Azulejos, em Lisboa, ou às lojas da N125, no Algarve. Existem duas grandes lojas na Porsche: "Olaria Algarve" (cerâmica de porcelana), onde trabalham no antigo estilo mourisco, e "Casa Algarve".
  • Cortiça. Portugal é um dos principais fabricantes de produtos de cortiça. Serão oferecidos tapetes, esculturas curiosas e outros produtos. Estes são leves e convenientes para lembranças de transporte.
  • Bordado Em Portugal, vendeu muitos produtos de bordados - toalhas de mesa e guardanapos. Especialmente muitos bordados nos mercados de rua. Preste atenção aos produtos requintados da Madeira - eles são excepcionalmente bons e relativamente baratos.
  • Presentes doces. Mesmo que você não seja um grande fã de doces, dificilmente será capaz de resistir aos maçapões do Algarve, que são moldados em miniaturas de vegetais e frutas. Este é um presente maravilhoso que é fácil de levar para casa.
  • Jóias Portugal é famoso por filigrana, herdado dos mouros. A qualidade dos produtos é muito alta. Compre broches de prata ou brincos em forma de flores ou borboletas.
  • Artigos de couro. Em todos os lugares você encontrará uma grande variedade de cintos, bolsas e sapatos modernos e baratos, assim como jaquetas, carteiras e luvas. Em Lisboa, as principais lojas de calçados estão localizadas em Baisha.
  • MusicTraga para casa a alma de Portugal - gravações de fado clássico ou outra música tradicional tocada em instrumentos folclóricos.
  • Vinho e mercearia. Os vinhos das regiões de Dau, Douro, Minho e Alentejo são excelentes em termos de transporte, mas o melhor presente é o vinho do Porto. Compre algumas garrafas nas caves de Vila Nova de Gaia. Enchidos defumados ou doces de amêndoas, maçapão e figos serão uma boa lembrança.

Quando e onde comprar

A maioria das lojas está aberta de segunda a sexta-feira, das 09: 00h às 13: 00h, das 15: 00h às 19: 00h e das 09: 00h às 13: 00h. Centros comerciais modernos estão geralmente abertos das 10:00 às 24:00 ou até mais tarde. Eles costumam trabalhar aos domingos. Mais e mais lojas estão se recusando a quebrar o almoço. Os mercados começam por volta das 8:00 e fecham à tarde.

Mercados de rua (feiras ou mercados) - grande entretenimento. Aqui você pode comprar artesanato, roupas e produtos. Em Lisboa, o "mercado de ladrões" (Feira da Ladra) abre-se atrás da igreja de Sau-Vicente de Fora às terças e sábados. O maior mercado do país opera em Barcelos. Em julho e agosto, uma feira nacional de artesanato é realizada em Vila do Conde, perto do Porto. Uma feira semelhante realiza-se em Lagos, no Algarve, em Agosto. Mestres de todo o país vêm aqui.

Quase todas as lojas da cidade aceitam cartões de crédito, mas em cidades menores a situação é diferente. Os preços são geralmente fixos, você só pode negociar nos mercados.

Entretenimento

O entretenimento nocturno em Portugal depende de onde você está. Em Lisboa e no Porto, você pode ouvir qualquer música ao vivo, visitar o teatro, sentar em um bar ou clube. Muitos clubes e discotecas no Algarve. Nas cidades pequenas, muito mais calmo e silencioso.

Fadu Uma noite clássica em Portugal é uma noite passada no Clube do Fado. (casas de fado) em Alfama ou Bayru Alto. Muitas vezes o programa inclui jantar ou bebidas. A origem desta música é desconhecida. Pode ter vindo de canções tristes sobre marinheiros desaparecidos no mar ou relembrar os trágicos dias da escravidão. Hoje, essas músicas podem ser chamadas de uma espécie de blues ibérico. Normalmente, o cantor, vestido de preto, que é acompanhado por homens tocando violões portugueses de 12 cordas e violas, ou seja, guitarras espanholas, entra na trupe Fado. Fadu - a música é triste, longa e nostálgica. Ela está triste demais para dançar com ela, então às vezes as músicas se alternam com danças folclóricas.

Se queres ouvir fado em Lisboa, recomendamos os seguintes locais: "Adega Machado" (Rua do Norte, 91); "E Parreirinha da Alfama" (Beco do Espirito Santa, 1); "A Severa" (Rua das Gaveas, 51); "Senhor Vinho" (Rua do Meio a Lapa).

No Algarve, bares e hotéis também acolhem “noites de fado”, onde você pode se familiarizar com esta tradição musical puramente portuguesa.

Música ao vivo e teatro. A maneira mais fácil de visitar a ópera, ouvir um concerto de música clássica ou ir a um balé em Lisboa. A cidade tem uma grande casa de ópera, e a Fundação Gulbenkian financia sua própria orquestra sinfônica e trupe de balé. O Balé Nacional se apresenta no novo salão do Parque das Nações. Excelentes salas de concertos e teatros estão abertos no Porto. Há uma orquestra no Algarve, que percorre com concertos por todo o país.

Boates Discotecas e bares nocturnos no Porto e em Lisboa cheios de.

Em Lisboa, os melhores bares estão localizados no bairro de Bayru Alto, bem como nas antigas docas de Alcântara. Os amantes da diversão do Porto costumam frequentar a Foz do Douro. As melhores discotecas e discotecas do Algarve estão localizadas em Albufeira e na Praia da Roca. Lagos é um ótimo lugar onde a diversão não dura apenas no verão. Évora e Coimbra são cidades universitárias onde há muitos bares e clubes estudantis. O resto da cidade à noite adormece.

Jogo O principal casino de Lisboa está localizado no Estoril. Recentemente, os proprietários receberam uma licença para abrir um cassino na capital - em um elegante jardim costeiro Jardine du Tobaca. O novo casino, o Casino de Lisboa, funciona no Parque das Nações no Auditório dos Oceanos (tel .: 218-929-000, www.casinolisboa.pt). No Algarve, os casinos operam em Monte Gordo, Vilamoura e Praia da Roca, assim como na Figueira da Foz, Espinho e Póvoa de Varzim. Para chegar ao cassino, você deve ter um passaporte com você e ter mais de 21 anos de idade.

Esporte

Portugal é um paraíso para os atletas. O clima temperado na parte sul do país permite que você jogue golfe e tênis durante todo o ano.

Esportes aquáticos

Mergulho e snorkel. Na extensa costa sul de Portugal existem cerca de 30 centros de mergulho. Particularmente popular neste esporte é o Algarve Ocidental. (Luz, Lagos, Sagres). Na costa do Estoril e a sul de Lisboa, a água é muito límpida e calma. É agradável nadar com uma máscara e mergulhar aqui.

Pesca Ao longo da costa de Portugal você vai ver constantemente os pescadores nas praias, falésias e quebra-mares. Para o rio e a pesca do lago precisam de permissão. A informação pode ser obtida no Conselho Nacional de Turismo de Portugal ou no Instituto Florestal. (Instituto Florestal; Avenida João Crisostomo 26, 1000 Lisboa). A melhor época para pescar é inverno, de outubro a meados de janeiro.

Você pode alugar um barco em Portimão, Faro, Sesimbra ou Setúbal. As melhores condições para a pesca estão perto de Sesimbra, onde vivem os espadartes. No Algarve as melhores condições para pescar na Europa.

Vela e remo. A maioria das praias, protegidas do mar aberto, tem barcos a remo, canoas e gaivotas - elas podem ser alugadas. Atletas experientes podem pegar um iate à vela. Você pode fazer um curso de vela no Algarve (Praia da Luz, Quinta do Lago, Portimão). Um grande veleiro pode ser alugado nos clubes náuticos. (Vilamoura, Carvoeiro Club). Em quase qualquer cidade do Algarve, será oferecido um passeio de barco ou um cruzeiro. Caiaque pode ser rafting em rios de montanha e reservatórios no norte de Portugal, por exemplo, no Minho.

Natação Com tantas praias, não é de estranhar que existam muitas oportunidades para nadar em Portugal.

É melhor nadar no Algarve - a água é mais quente aqui, e as praias estão melhor protegidas das ondas do que na costa oeste. Os socorristas não estão em todo lugar. A maioria dos hotéis tem piscinas. Como a costa do Estoril está fortemente poluída, você pode nadar em Lisboa apenas no próprio Estoril, cuja praia recebeu uma bandeira azul pela pureza da água.

Esportes terrestres

Bicicleta. No norte você pode andar de mountain bike. As empresas turísticas organizam vários passeios de montanha, especialmente no Parque Nacional da Serra da Estrela. A trilha Ecopista de treze quilômetros percorre paisagens no Vale do Minho.

Golf Portugal é um dos melhores lugares para jogar golfe no mundo. Muitas empresas oferecem programas com tudo incluído. Existem excelentes campos perto de Lisboa, especialmente no Estoril. Um torneio de classe mundial tem lugar no Golf do Estoril. Existem alguns bons campos perto do Porto, mas a maioria deles está concentrada no Algarve. Os melhores campos são em Vilamoura e Quinta do Lago.

Todas as informações que você encontrará no folheto que libera o Conselho Nacional de Turismo de Portugal. Os apaixonados podem ficar no Golf Hotel. Normalmente, esses hotéis estão localizados próximos aos campos e oferecem (ou com um desconto significativo) jogos nos campos, que são muito difíceis de obter de outras formas. Eles organizam torneios para seus convidados.

Passeios a cavalo Há muitos estábulos em Portugal onde você pode alugar um cavalo. Muitos quintas hotéis oferecem passeios a cavalo. Muitos centros equestres (centros hipicos) no Algarve. A maioria dos cavalos pertence, pelo menos em parte, à famosa raça local "Luzitano". Centros turísticos no norte de Portugal oferecem passeios a cavalo, por exemplo, no Campo do Gert, na região do Minho.

Tênis Os grandes hotéis têm seus próprios tribunais, mas clubes de tênis e tribunais públicos estão localizados em todos os lugares. Tribunais também estão disponíveis em muitos clubes de golfe. Existem vários clubes de ténis de classe mundial no Algarve - um dos melhores Vale do Lobo. Dois outros grandes clubes de ténis são o T6nis Rocha Brava, perto do Carvoeiro e do Estoril Tennis Club.

CaminhadaMuitos parques nacionais nas partes central e norte de Portugal são um ótimo lugar para caminhadas. Viajar para a Serra da Estrela, Peneda-Gerês ou Montesinho. Grandes caminhadas podem ser feitas nas praias e falésias na costa do Algarve ou nas colinas de Mogadore, em Trás os Montes. Organizar essa viagem irá ajudá-lo nos escritórios turísticos locais.

Esportes Espectadores

Tourada Na tourada portuguesa, um touro é morto não na arena, mas depois no matadouro. A tourada é organizada em Vila Franca de Chira, no Ribatejo. O lombo de touros também ocorre no Campo Pequeno Pra´a de Touros em Lisboa (a temporada começa em maio e dura até o final de setembro, as batalhas ocorrem todas as quintas e domingos) e na Arena Monumental de Cascais. As touradas para turistas são organizadas em Lagos, Quarteira e Vila Real de Santo António, bem como em Albufeira (preste atenção nos cartazes com as palavras "Rgaca de Toiros"). A temporada dura do domingo de Páscoa até outubro.

Futebol O futebol em Portugal é muito popular. As principais equipas do país são o Benfica e o Sporting, bem como o Porto. No Algarve ergue-se a equipa "Farense", que treina na capital regional.

Portugal para crianças

Famílias com crianças preferem relaxar nas praias. Muitos hotéis têm piscinas e pequenas piscinas especiais para crianças.

As praias do Algarve são ótimas para famílias com crianças. As crianças podem brincar nos bancos de areia, crianças mais velhas - para explorar as enseadas rochosas. Preste atenção às bandeiras que sinalizam o estado do mar.

Uma bandeira verde significa que o mar está calmo e os salva-vidas estão de plantão na praia. Verde com mar quadriculado é calmo, mas não há salva-vidas, a bandeira amarela não é recomendada para nadar, e a vermelha simplesmente proíbe.

A principal atracção das crianças de Lisboa é o Parque das Nações, onde se encontra o maravilhoso aquário, existem parques infantis, fontes, barcos a remos e um teleférico.

Em Coimbra com crianças, você pode ir ao parque "Portugal em miniatura" (Portugal dos Pequeninos).

Existem vários parques de diversões, jardins zoológicos e parques aquáticos para crianças no Algarve, incluindo o Aquashow perto da Quarteira. (entre Vilamoura e Loulé) no N396; Slide e Splash (N125 Vale de Deus perto de Lagos) e Aqualand - o grande (N125 perto de Alcantarilla)que é considerado o maior da Europa. Outra atração - Zoomarine (N125, 25 km) - Um parque de diversões onde golfinhos e leões marinhos se apresentam, há um show de papagaios, passeios e piscinas. Perto de Wackerosha fica o parque de diversões A Cova dos Mouros, uma verdadeira aldeia neolítica construída em torno de uma mina de cobre pré-histórica. Aqui você pode andar em burros.

Calendário de Férias

  • Fevereiro-março. Os principais carnavais são realizados no Funchal, Loulé, Nazaré, Ovar, Torres-Vedras. Em todos os lugares são organizadas procissões e fogos de artifício. O fado é organizado em Lisboa.
  • De março a abril. Peregrinação à Igreja do Bom Jesus em Braga - o principal evento da Semana Santa.
  • Maio Festa das Cruzes em Barcelos: Concertos e Fogos de Artifício no Rio Kavadu (primeiro fim de semana). 13 de maio, a primeira peregrinação a Fátima. A queima cerimonial de fitas para marcar o final do ano letivo é realizada em Coimbra. Durante o mês, um festival internacional de música é realizado no Algarve.
  • Junho-julho. Festival de Música, Dança e Teatro de Lisboa. Feiras e festivais em homenagem aos santos populares: Santo Antônio (13 de junho)São João (24 de junho) e são pedro (29 de junho). A festa do Corpo de Cristo em Vila do Conde é acompanhada por procissões e tapetes florais. Em Vila Franca de Chira corre uma corrida de touros pelas ruas. (dois primeiros domingos de julho).
  • Julho-agosto. Festival Internacional de Música no Estoril e Cascais.
  • Agosto Três dias de férias em Guimarães com procissões de tochas, danças folclóricas, orquestras e um desfile colorido em trajes medievais (4 a 6 de agosto). Em Viana do Castelo realiza-se o festival religioso Nossa Senhora da Agonia e os participantes vestem trajes folclóricos coloridos (próximo fim de semana até 20 de agosto).
  • SetembroPeregrinação anual ao templo barroco de Lamego: procissões de tochas, danças folclóricas, feiras e fogos de artifício e uma procissão triunfal (6 a 9 de setembro). Férias religiosas na Nazar: pescadores carregam a estátua do santo padroeiro em toda a cidade, touradas, feiras, shows, danças folclóricas e canções (segunda semana de setembro).
  • Outubro Última peregrinação a Fátima (12 a 13 de outubro). A Feira de Outubro em Vila Franca de Chira - corrida com os touros e as touradas (as duas primeiras semanas).
  • Novembro. Feira do Cavalo em Galega - Feira de São Martinho (segunda semana).
  • Dezembro Os mercados de Natal em Lisboa estão abertos em toda a cidade.

Cozinha portuguesa

A cozinha portuguesa é sempre boa - seja para lanches, assados ​​ou doces. Uso de ervas e especiarias (pimenta é muito rara) e nos melhores restaurantes e em restaurantes simples, e apenas para enfatizar, e não interromper, o sabor do prato em si. A cozinha portuguesa é bastante simples e não muito sofisticada, mas ainda deliciosa. O melhor tempero para as caldeiradas é o coentro (coentros). Esta grama vai bem com carne e peixe. Cada região tem suas próprias especialidades. Minho ama carne de porco em conserva (rojoes). Em Boussaco e Coimbra será oferecido leitão assado (leitao assado). Tripe (tripas) - Prato de assinatura do Porto. Marisco ou mexilhão, assados ​​numa frigideira de cataplana, são o prato preferido dos residentes do Algarve. Em Apenteja, um ovo cru é adicionado às sopas e a sopa é servida no final da refeição. Peixes e frutos do mar usam apenas os mais frescos e têm um sabor incrível. Em toda parte você vai ver bolos maravilhosos, doces e pudins doces. Geralmente eles são feitos de ovos, açúcar e amêndoas. Resista a tal tentação é impossível. O local ideal para experimentar a melhor cozinha local é o dos restaurantes da pousada.

Alojamento

Hotéis portugueses têm de duas estrelas a cinco mais. Em pequenos hotéis e pensões, os preços são mais baixos, mas esses lugares são muito menores. Estalagem é um hotel pequeno, pensao é uma pousada onde o café da manhã é oferecido, e os residenciais são alojamento sem comida. Em Lisboa, você pode alugar apartamento mobiliado, e no campo é possível se hospedar em uma luxuosa mansão.

Pousadas são hotéis estatais localizados em edifícios históricos, mosteiros e castelos, em cantos pitorescos do país. Toda a informação pode ser encontrada em www.pousadas.pt. Periodicamente, várias promoções são organizadas no Pouzada, quando o quarto pode ser reservado com um desconto substancial. Os descontos são oferecidos aos recém-casados ​​e aos maiores de 55 anos.

Em Portugal, existem dois regimes turísticos estaduais: Turihab e Solares de Portugal. Casas particulares são adaptadas ou completamente convertidas para as necessidades dos turistas (tel: 258-931-750, fax: 258-931-320, www.solaresdeportugal.pt ou www.turihab.pt). Essa moradia é dividida em três grupos: Casas Antigas - mansões dos séculos XVII-XVIII; Quintas e Herdades - propriedades rurais e fazendas, incluindo as vinícolas do norte; Casas Riisticas - casas de campo e casas rurais em estilo regional típico.

Você pode alugar uma casa ou apartamento. Nesse caso, recomendamos consultar os sites Proprietários Directos (www. ownersdirect.co.uk)Villa em Portugal (www.portugalvilla.com) ou Villa no Algarve (www.algarvevilla.net).

Na alta temporada (meados de junho a meados de setembro) habitação é melhor reservar por dois meses. Na baixa temporada, muitos hotéis estão fechados, outros oferecem descontos sérios - especialmente nos balneários.

Os preços nos hotéis portugueses são muito razoáveis, embora em Lisboa nos últimos anos tenham subido e sejam agora bastante comparáveis ​​com os preços na maior parte das capitais europeias, e no segmento dos preços mais elevados até superem cidades tão populares como Barcelona.

Todos os hotéis, exceto os apartamentos menores, aceitam os principais cartões de crédito. Se você reservar um quarto por telefone, o código para Portugal é 351.

Albergues da juventude (Hostels)

Em Portugal, existem 36 albergues da juventude. Muitos convidados são oferecidos comida. As condições são modestas, mas algumas pousadas estão localizadas em belos edifícios históricos. Aconselhamos antes da partida para se juntar à organização internacional Hostelling International (www. hihostels.com), mas isso pode ser feito em Portugal. O endereço da Associação Portuguesa: Associação Portuguesa de Albergues da Juventude, Movijovem, Rua Lucio de Azevedo, 27, Lisboa; men.: 217-232-100; Reserva de lugares: tel .: 707-203-030, www.pousadasjuventude.pt.

Aeroportos

Existem três aeroportos internacionais em Portugal - em Lisboa, Faro e Porto.

O Aeroporto de Lisboa fica a apenas 7 km do centro da cidade. A estrada de carro levará 11 minutos (na hora do rush - 20 min). Há sempre muitos táxis perto do terminal, e uma viagem ao centro da cidade custa 10 euros. Você também pode pegar o ônibus 91. Este é um ônibus que sai a cada 20 minutos, das 7h45 às 20h45. Atravessa o centro da cidade, a praça do Rossio e a estação do Cais do Sodré. Com este bilhete você pode andar de bondes e ônibus o dia todo (mas não de metro). Informações sobre o aeroporto: tel .: 218-413-500.

O Aeroporto Internacional de Faro serve o Algarve. O aeroporto fica a 7 km da capital da região de Faro. De táxi você pode chegar a Faro em 10 minutos, em meia hora - para Albufeira. Além disso, Faro pode ser alcançado por ônibus. Informações sobre o aeroporto: tel .: 289-800-800.

O Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, fica a 20 minutos de carro do centro da cidade, a partir da direção de Matosinhos. Em 45 minutos você chegará ao aeroporto pela linha roxa do metrô. Você pode pegar um táxi, vai custar 25 euros, mas você pode gastar muito tempo em engarrafamentos. Informações sobre o aeroporto: tel .: 222-432-400.

Informações sobre a companhia aérea nacional "TAP Air Portugal": tel .: 702-205-700. Website de todos os aeroportos em Portugal: www.ana.pt.

Orçamento de viagem

Portugal é geralmente mais barato que muitos países europeus. No entanto, a taxa de câmbio e a temporada podem afetar o custo da sua viagem.

A estrada para Portugal. Os voos charter para Lisboa, Porto e Faro são realizados regularmente a partir da Rússia.

Ingressos para os museus. De 2 a 11 euros, dependendo da localização.

Alojamento Os preços dos hotéis de luxo são comparáveis ​​aos preços nas principais cidades europeias, mas são altamente dependentes da estação. Em julho e agosto, os preços no Algarve são simplesmente exorbitantes - muitas vezes o dobro da baixa temporada. Na época alta, um quarto duplo com casa de banho por noite num hotel de 3 estrelas pode custar entre 75 e 100 euros, num hotel de 4 estrelas - 125-200 euros, num hotel de 5 estrelas - entre 200 e 400 euros. Em pouzada quarto duplo dependendo do estilo pode custar de 120 a 280 euros. Lembre-se que o preço geralmente não inclui café da manhã e IVA em 17%.

Alimento Os preços, mesmo nos restaurantes mais luxuosos em comparação com a maioria dos países europeus, podem parecer surpreendentemente acessíveis. Os vinhos portugueses são de boa qualidade e preço atractivo. (mesmo em restaurantes caros). Um jantar de três pratos com vinho em um restaurante decente geralmente custa entre 15 e 30 euros por pessoa. Na hora do almoço, os visitantes geralmente recebem refeições fixas. (ementa turistica) não mais do que 20 euros.

Bebidas. Bebidas não alcoólicas custam cerca de 1-3 euros, bebidas alcoólicas - 3-13 euros. Tudo depende de onde você decide beber.

Transporte local. Ônibus e táxis são surpreendentemente baratos. Um bilhete de ônibus custa menos de 1,5 euros, e a maioria das viagens dentro da mesma cidade geralmente custam de 4 a 10 euros.

Vida noturna e entretenimento. Os preços são muito diferentes. Para a entrada da discoteca terá que pagar 5-20 euros (geralmente esse preço inclui o custo da primeira bebida), para a entrada do casino - 10 euros (por vezes, a entrada é gratuita, por exemplo, no Estoril, embora a entrada para o salão principal do jogo tenha que pagar de 4 euros ou mais).

Campgrounds

Parques de campismo em Portugal são muito populares, e existem muitos desses lugares em todo o país. Compre o livreto "Roteiro Campista" (www.roteiro-campista.pt; 6 euros)que lista todos os acampamentos portugueses. Esses livretos são vendidos em livrarias e agências de turismo, assim como on-line. Os melhores acampamentos pertencem à empresa "Orbitur" (www.orbitur.pt). As informações sobre camping também podem ser obtidas de agências de viagens ou da Federação de Acampamentos. (Federaçao de Campismo e Montanhismo de Portugal, Avenida Coronel Eduardo Galhardo 24D; homens: 218-126-890; Fax: 218-126-918; www.fcmportugal.com).

Acampar é permitido somente em áreas designadas. Em alguns parques naturais para acampar, você precisa de uma permissão ou ser membro de uma organização internacional. Além disso, você definitivamente precisa de um passaporte.

Aluguer de carros

Nas principais cidades e resorts existem escritórios de empresas internacionais e locais. O motorista deve ter pelo menos 21 anos de idade, e ele deve ter uma carteira de motorista com uma experiência de condução de pelo menos um ano. A maioria das empresas de aluguel está satisfeita com as carteiras de habilitação nacionais.

Aluguer de carros de classe económica é mais barato do que em outros países europeus - 30-60 euros por dia (incluindo seguros e impostos). Em empresas locais, você pode encontrar ofertas mais atraentes.Se você pedir e pagar pelo carro antes da chegada, o preço será menor. Especifique se o seguro está incluído em tal preço.

O IVA é adicionado ao valor total da fatura, mas com um pagamento antecipado incluído no valor.

Seguro de responsabilidade civil é obrigatório e incluído no preço, mas aconselhamo-lo a emitir um seguro total. Muitos cartões de crédito emitem automaticamente um seguro total se você pagar pelo aluguel de carros. E ainda esclarecer todas as informações com antecedência. Para pegar e devolver o carro no aeroporto, geralmente há um custo extra.

Boas empresas locais de aluguel: Holiday Autos (tel: 218-925-834; www.holidayautos.com) e "Portugal Auto Rentals" (tel: 236-218-999; www.portugal-auto-rentals.com). Empresas internacionais: Eigorsag (tel: 213-535-115; www.europcar.pt)"Avis" (tel: 213-514-560; www.avis.com pt)"Hertz" (tel: 213-812-430; www.hertz.com.pt). Nos grandes aeroportos, há sempre muitos escritórios dessas empresas.

Clima

Em Portugal, reina um clima ameno - a única exceção é a costa ensolarada do Algarve, onde é quente no verão e fresco no inverno. O verão é muito quente em Lisboa e no Alentejo. (Sempre leve uma garrafa de água.) No norte, é frio no inverno, especialmente nas montanhas.

Roupas

O Algarve tem um clima mediterrânico, mas com exceção da altura do verão, você precisará de algo quente para a noite.

No norte, roupas quentes serão necessárias, especialmente se você estiver indo para as montanhas. Prepare-se para as chuvas. Nos restaurantes, o código de vestimenta geralmente não é respeitado, mas ainda vale a pena capturar algo requintado para os estabelecimentos mais caros.

Crime e Segurança

Portugal como um todo é um país seguro. Pequenos crimes no Algarve e em centros turísticos são mais comuns do que em outras partes do país. Grave crime contra turistas é uma raridade. O crime mais comum - roubo de máquinas de laminação. Nas áreas rurais, este problema não é tão grave, mas nos resorts e onde os carros são permanentemente abandonados sem vigilância, o risco é bastante grande. Os roubos de apartamentos alugados acontecem com menos freqüência do que em carros, mas ainda acontecem. Então esteja em sua guarda. Tome as mesmas precauções que em casa.

Relate o roubo no hotel e entre em contato com a delegacia de polícia mais próxima ou com a agência de viagens. O roubo deve ser denunciado à polícia dentro de 24 horas.Você precisará de um relatório oficial para obter a reivindicação de seguro. Se precisar de ajuda, ligue para: 213-180-100 das 8h30 às 18h00.

Lisboa é famosa por seus carteiristas, que são especialmente numerosos no metrô e na Praça do Rossio. Seja especialmente cuidadoso à noite em Bairo Alto e Alfame.

Dirigindo um carro

Se você vier pelo seu próprio carro, precisará de uma carteira de motorista, documentos de registro e seguro - é necessário um seguro de responsabilidade civil. O Green Card é válido no exterior.

Estradas As regras da estrada são semelhantes às européias. A prioridade é dada àqueles que já estão no “canteiro de flores” de um movimento circular, a menos que haja um sinal que diga o contrário.

Cintos de segurança são obrigatórios. Se você está detido por cinto desatado, você terá que pagar uma multa substancial. Motoristas locais são bastante confusos. Nas cidades, os pedestres teoricamente têm precedência nos cruzamentos, mas não aconselhamos que você confie incondicionalmente nessa regra.

Limites de velocidade: 120 km / h nas rodovias, 90 km / h em outras estradas, 50 km / h nas cidades. Em algumas faixas de estradas e pontes suspensas, os números azuis indicam a velocidade mínima. Carros de velocidade com caravanas (reboques) limitado a 50 km / h nas cidades e 70 km / h em estradas e rodovias. A maioria das trilhas é paga. Muitos portugueses violam os limites de velocidade, mas isso não significa que você deva fazer o mesmo.

Combustível Gasolina em Portugal é cara. Os preços são controlados pelo governo e os mesmos em todo o país. Muitos postos de gasolina operam o tempo todo, todos aceitam cartões de crédito.

Estacionamento. O estacionamento deve ser no sentido da viagem.Salvo disposição em contrário, o tempo de estacionamento é ilimitado. Em alguns lugares, o estacionamento é pago. Nas chamadas zonas azuis, você precisa obter um recibo nas máquinas. Portugal tem muito estacionamento oficial na superfície e no subsolo.

Se você precisar de ajuda. Se a sua organização automotiva tem um contrato com o Automobile Club of Portugal (Automóvel Clube de Portugal, Rua Rosa Araujo 24, Lisboa; homens: 213-318-0100; www.acp.pt)então você pode usar seus serviços gratuitamente. Caso contrário, peça ajuda em qualquer garagem.

Sinais de trânsito. Portugal usa pictogramas internacionais padrão, mas você pode encontrar sinais locais.

Embaixadas e Consulados

O endereço da Embaixada da Rússia em Lisboa: Rua Visconde de Santarém, 59, 1000-286 Lisboa, Portugal.

Embaixada: tel .: (8-10-351-21) 846-24-24, 846-25-24, 846-24-23; fax: (8-10-351-21) 846-30-08; e-mail: mail @ embaixadarussia.pt; site oficial: //www.portugal. mid.ru/

Seção Consular: tel .: (8-10-351-21) 846-44-76, 849-07-11; fax: (8-10-3511) 847-93-27; e-mail: [email protected]

Serviços de emergência

Em caso de emergência, ligue para 112. Você pode ligar para a polícia de qualquer máquina de venda ambulante azul com a palavra Policia, mas é improvável que sejam respondidas em qualquer outro idioma que não o português.

Como chegar

De avião. Aeroflot opera voos de Moscou - Lisboa a partir de Sheremetyevo-2. A Air France também opera vôos regulares. (com pouso intermediário em Paris), voe para Lisboa e os aviões das companhias aéreas "Lufthansa", "Finnair" e "KLM". A partir de meados de Junho a meados de Setembro, os voos charter são regularmente organizados na área de resort do Algarve - Faro. Normalmente, o vôo leva de 2 a 3 horas.

Guias e excursões

Informações sobre várias excursões serão dadas a você em agências de viagens, bem como em hotéis.

Todas as empresas de excursões oferecem excursões a Mafra, Queluz, Sintra, Cascais e Estoril, bem como viagens mais longas ao norte de Lisboa a Fátima, Alcobaça e Batalha, Óbidos e Nazaré. Contactar a Portugal Tours (tel: 213-191-090; www.portugaltours.pt).

Maio a Setembro Caminhos de Ferro do Estado (www.cp.pt) oferecer viagens em um trem histórico ao longo das margens do rio Douro de Regua a Tua.

Se você estiver viajando sozinho, você pode explorar todos os pontos turísticos em um ritmo calmo, parando por um dia ou dois. Tours for You também organiza excursões para indivíduos, famílias e grupos. (tel .: 213-904-208, www.toursforyou.pt).

Saúde e Serviços Médicos

Os padrões de higiene em Portugal são muito elevados. Os principais perigos que esperam os turistas são o sol quente e o álcool. Você pode beber água da torneira, mas ainda assim todos, incluindo os locais, preferem água engarrafada barata.

Farmácias (farmacias) aberto durante o horário comercial normal. Em cada área há uma farmácia de plantão, que opera 24 horas por dia. Os endereços estão listados em jornais e vitrines de todas as farmácias.

Em caso de doença grave ou lesão, entre em contato com o British Hospital. (Rua Tomas da Fonseca Edifico BeF, Torres da Lisboa, Lisboa; tel: 217-213-400; ou Campo de Ourique, tel: 213-943-100). Eles falam inglês nesses hospitais.

Aconselhamos a contratar um seguro médico que cobre o custo em caso de doença ou acidente no exterior.

Sob esta política, você receberá atendimento médico gratuito em hospitais públicos e municipais em Portugal. Visitar clínicas particulares é muito caro.

Idioma

Português vem do latim. É falado no Brasil, Angola, Moçambique, Timor, São Tomé e Príncipe, Cabo Verde e Macau. Todas estas são as antigas colônias de Portugal. Conhecer o espanhol ajudará você a entender os sinais e cardápios, mas não revelará os segredos do português oral. Portugal é falado muito mais rápido que no Brasil.

Quase todo mundo entende espanhol. Muitos portugueses falam francês. Em Lisboa, no Algarve e em outras partes de Portugal, muitos são bastante toleráveis ​​e até falam inglês fluentemente. Inglês e francês são ensinados nas escolas.

Postais

Os escritórios de turismo de diferentes cidades têm mapas convenientes, incluindo transporte. Os mapas vermelho, verde e amarelo do "Mapa Turístico de Portugal" que lhe são oferecidos pelas agências de viagens cobrem todo o território do país.

Mídia de massa

Vários jornais em russo são publicados em Portugal: "Argumentos e Fatos" (32 páginas do semanário mais popular com materiais exclusivos dos melhores jornalistas russos), O Slovo é um jornal semanal russo, o Portugal Lighthouse é um jornal semanal russo, etc., e também existem sites na Internet.

O país tem quatro canais de televisão principais: dois estados (RTP1 e RTP2) e dois independentes. Os filmes geralmente são exibidos no idioma original com legendas. A maioria dos hotéis de três estrelas e acima têm televisão por satélite.

Moeda

Moeda A moeda portuguesa é o euro. No volume de negócios das notas de denominações de 5, 10, 20, 50, 100, 200 e 500 euros, bem como moedas de denominações de 1 e 2 euros, 1, 2, 5,10, 20 e 50 centavos.

Troca de moeda (banco, cambio). Os bancos geralmente funcionam de segunda a sexta-feira, das 08:30 h às 15:00 h. Em áreas turísticas, alguns bancos são fechados mais tarde, e também estão abertos nos fins de semana para troca de moeda. Os escritórios de câmbio nos aeroportos operam 24 horas por dia. Escritório de Câmbio Cotacambios (tel: 213-220-480; Rossio 41, Lisboa; www.cotacambios.com) aberto diariamente 8,00-22,00. Pontos de troca semelhantes estão em todas as grandes cidades.

Para descontar os cheques de viagem, é cobrada uma comissão substancial. Além disso, você precisará de um passaporte. Obter o euro é muito mais fácil em caixas eletrônicos. Além disso, há uma taxa de câmbio mais favorável.

Cartões de crédito (cartao de credito). Cartões de crédito não são aceitos em todas as lojas e restaurantes, especialmente em cidades pequenas.

Cheques de viagem. Cheques podem ser descontados em qualquer banco.

Horário de abertura

A maioria das lojas e escritórios está aberta nos dias úteis das 09:00 h às 13:00 h, das 15:00 h às 19:00 h, e das 09:00 h às 13:00 h. A maioria dos museus está fechada às segundas e feriados. Os palácios estão fechados às segundas ou terças-feiras. Em todos os outros dias (incluindo domingo) aberto das 10h00 às 11h00 às 17h00. No entanto, em muitos lugares, há almoço das 12: 00h às 14: 00h ou das 13: 00h às 14: 30h. Alguns centros comerciais nas principais cidades abrem às 10:00 e funcionam até as 23:00 ou até a meia-noite, inclusive aos domingos.

Polícia

Ataduras de polícia com um rótulo de CD (Corpo Distrital, ou seja, polícia local) deve ajudar os turistas. Tais policiais geralmente falam um pouco de inglês.

Tráfego rodoviário envolvido na Guarda Nacional Republicana (Guarda Nacional Republicana - GNR). Esses policiais dirigem carros brancos ou motocicletas. Em caso de emergência, ligue para 112.

Mail

Correios são designados por letras STT (Correios, Telegrafos e Telefones). Mail em Portugal funciona bem, embora as letras durem muito na alta temporada. Os selos podem ser comprados na maioria das lojas. (procure o sinal dos Correios). A maioria das caixas de correio são vermelhas.

Os escritórios centrais estão abertos de segunda a sexta-feira, das 8.30 às 18.30 ou às 19.00. As agências locais abrem de segunda a sexta-feira, das 9:00 às 20:30 e das 14:00 às 18:00. Os principais correios nas principais cidades trabalham aos sábados pela manhã.

Cartas para a Europa duram cerca de uma semana. Correspondência urgente "Correio Azul" é entregue em três dias.

Feriados públicos

  • 1º de janeiro - ano novo
  • 23 de abril - Dia da Liberdade
  • 1 de maio - Dia do Trabalhador
  • 10 de junho - Dia Nacional de Portugal
  • 15 de agosto - A Assunção de Nossa Senhora
  • 5 de outubro - Dia da República
  • 1 de novembro - Dia de Todos os Santos
  • 1º de dezembro - Dia da Independência
  • 8 de dezembro - Festa da Imaculada Conceição
  • 25 de dezembro - Natal

Há feriados com uma data variável, como:

  • Carnaval
  • Sexta-feira Santa
  • Festa do Corpo de Cristo

Especifique a data destes feriados antecipadamente.

Além disso, em cada cidade pelo menos uma vez por ano, o dia do santo padroeiro é magnificamente celebrado.

Religião

Portugal é um país católico. Nas agências de viagens, você encontrará uma lista de serviços para católicos anglófonos e representantes de outras denominações. Ao frequentar igrejas e catedrais, vista-se de acordo. Não entre em igrejas com ombros nus ou em shorts.

Telefones

O código de Portugal é 351. Os códigos locais devem ser discados na frente de todos os números de telefone, mesmo para chamadas locais. (todos os números são nove dígitos).

Os telefones da Portugal Telecom aceitam cartões telefônicos e cartões de crédito. Cartões telefônicos de várias denominações de 3 euros podem ser comprados nos correios, em empresas de telefonia e bancas de jornal.

Ligar para Portugal e no estrangeiro também é possível a partir de hotéis, mas custa muito mais - use cartões telefónicos internacionais.

Para ligar para o exterior, marque 00 (código de discagem internacional para a Europa e no exterior), então o código do país e o número de telefone do assinante com o código de área sem o "0" inicial. Para ligar para Moscou, disque 007 - 495 (499) e o número do assinante. Da maioria dos hotéis você pode enviar um fax.

A comunicação móvel funciona muito bem em Portugal. Os principais operadores - "Vodafone" (www.vodafone.pt)"TMN" (www.tmn.pt) e "Optimus" (www.optimus.pt). Se o seu telefone GSM não estiver bloqueado, compre um cartão SIM local com um pagamento antecipado. Será muito mais barato do que pagar por roaming internacional.

Diferença de tempo

O tempo em Portugal é de 3 horas atrás do horário de Moscou.

Dicas

Em hotéis e restaurantes, o custo do serviço é geralmente incluído na conta, mas nos restaurantes costuma-se deixar uma gorjeta de 5 a 10%. A recepcionista é geralmente deixada por 1 euro por mala. A gorjeta de taxistas representa cerca de 10%.

Toaletes

Sanitários públicos estão nas principais cidades. Mas você sempre pode usar o banheiro em qualquer bar ou restaurante.

Informação turística

O Conselho Nacional de Turismo de Portugal (ICEP ou Investimentos, Comércio e Turismo de Portugal) tem escritórios em diferentes países (ver www.turismodeportugal.pt).

Representação da Administração do Turismo Português na Rússia: 129110, Moscou, ul. Gilyarovsky, 51, página 1, tel .: + 7-495-787-11-93; fax: + 7-495-787-11-91. [email protected]

Em Lisboa, o escritório central de turismo está localizado em: Centro de Boas Vindas de Lisboa, Rua do Arsenal 15, Prafa do Comércio; homens.: 210-312-700. Os quiosques Ask Me Lisboa estão espalhados pela cidade. Outro escritório está localizado no aeroporto. (terminal de chegada, tel .: 218-450-660). Agências de viagens locais (turismo) estão em quase qualquer cidade.

Ajuda pode ser obtida pelo telefone: 211-140-200 ou 808-209-209. O custo de uma chamada é igual a uma chamada local. Nesses telefones, você pode obter informações sobre atrações, hotéis, restaurantes, transportes, hospitais e policiais.

Transporte

O transporte público geralmente é executado das 6h00 às 7h00 até a meia-noite ou uma da madrugada.

Ônibus locais (autocarros) e bondes (eletricos). Em cada cidade, os pontos de ônibus e bonde costumam ter pequenos mapas e informações sobre quais rotas param nessa parada. Os ingressos podem ser comprados no ônibus. Você também pode comprar bilhetes ou folhetos em quiosques e algumas lojas. (em caso de dúvida, pergunte nas agências de viagens).

Metro (Metro). Existem quatro linhas de metro em Lisboa (www.metrolisboa.pt). Esta é uma forma conveniente e rápida de transporte. Porto tem mais de 70 paragens de metro (www.metrodoporto.pt). Os ingressos precisam ser perfurados antes de embarcar no trem.

Táxi Os táxis em Portugal são mais frequentemente pretos com um telhado verde e o sinal "táxi". Os táxis urbanos têm balcões. Nos finais de semana, feriados e das 23h às 7h, as taxas aumentam em 20%. Além disso, há uma taxa extra para cada peça de bagagem. Derrubar é 10%. Se não houver balcão, você deve concordar com um preço antes de viajar. Na maioria das vezes, os táxis estão em estacionamento especial, mas algumas vezes percorrem a cidade em busca de passageiros. Os táxis podem ser contratados por um dia inteiro por um valor fixo. Especifique informações sobre excursões semelhantes em agências de turismo.

Autocarros interurbanos. Autocarros interurbanos - uma forma rápida, confortável e económica de viajar em Portugal (www.rede-expressos.pt). Os ônibus pertencem a diferentes empresas, mas geralmente partem de uma estação de ônibus. Nas grandes cidades pode haver várias estações de ônibus. Toda a informação que você será dada nos escritórios de turismo. A rede de barramento é muito mais extensa que a rede ferroviária.

Trens (comboio). Os trens em Portugal pertencem à empresa estatal CP (Caminhos de Ferrpo Portugueses; www.cp.pt). Os trens locais param na maioria das paradas. Os trens interurbanos são mais caros e as paradas são menos caras. Expresso (Rapido) vão de Lisboa ao Porto sem parar e são ainda mais caras. Do Porto e Lisboa, você pode chegar diretamente ao Algarve no Trem Azul. (Comboio Azul).

Todos os trens têm carros da primeira e segunda classes. Passageiros idosos em trens que vão das 6h30 às 9h30 e das 17h às 20h, exceto nos finais de semana e feriados, bem como trens, desconto de 50%. (mas primeiro você precisa pegar um Cartao Dourada grátis).

Os preços ferroviários são mais baixos do que na maioria dos países da Europa Ocidental. Você pode comprar o Bilhete Turisticos, que permite o uso ilimitado de trens por 7, 14 ou 21 dias.

Todas as ferrovias de Portugal convergem em Lisboa.A cidade tem quatro estações: Santa Apolonia - trens internacionais e trens partindo para o norte do país; Kais do Sodré - comboios eléctricos para os subúrbios ocidentais, Estoril e Cascais; Rossio - trens para Sintra e para o oeste; do trem Os trens Sull-e-Sueste vão para o sul (incluindo no Algarve) e sudeste (se necessário, o preço do bilhete inclui o custo do serviço de ferry através do Tejo).

Ferries (barcafa). Muitas empresas oferecem serviços de ferry através do Tejo e outros rios, incluindo o Douro e o Guadiana, até à Península de Tróia e às ilhas vizinhas. Você receberá informações do seu agente de viagens local.

Vôos locais. Aeronaves da TAP voam entre Lisboa, Porto e Faro.

Vistos e costumes

Os cidadãos russos precisam obter um visto na Embaixada de Portugal em sua terra natal. A fronteira entre Espanha e Portugal dificilmente pode ser chamada de fronteira. Você é livre para visitar ambos os países, mas você precisa ter um passaporte com você.

Sites da Internet e acesso à Internet

www.visitportugal.com - o site oficial do Conselho Nacional de Turismo. www.askmelisboa.com e www.pousadas.pt - informações sobre hotéis públicos. www.portugalvirtual.pt - base de dados geral de informação e turismo.

As agências de viagens em Lisboa e no Porto têm listas de cibercafés onde os turistas podem, por uma taxa horária razoável. (ou por minuto) taxa verificar seu email. Fora das principais cidades e estâncias turísticas do Algarve, é mais difícil encontrar um cibercafé.

Avis

Aviar - aldeia urbana em Portugal, o centro do município homônimo no distrito de Portalegre. A população é de 2,6 mil habitantes (assentamento), 5 mil habitantes (município). A aldeia e o concelho fazem parte da região económica e estatística do Alentejo e da sub-região do Alto Alentejo. Segundo a antiga divisão administrativa fazia parte da província do Alto Alentejo.

Localização

A Avic está localizada no centro de Portalegre, a 48 km a sudoeste de Portalegre. Através da cidade flui o rio Ribeira Grande - um afluente do rio Paraíso.

As fronteiras do município:

  • no nordeste, o município de Alter do Chân;
  • no leste, o município de Fronteira;
  • no sul, Sozel e Mora;
  • no noroeste - o município de Ponte de Sor

Cidade, beja

Beja - uma cidade no sul de Portugal, o centro do distrito e município homônimo, o centro da província histórica do Baixo-Alentejo.

História

Originalmente chamado de Pax-Julia, esse nome já foi dado pelo próprio Júlio César.

Para este lugar estava constantemente lutando, a cidade muitas vezes se viu sob a autoridade dos invasores seguintes. No século VIII. A cidade foi conquistada pelos mouros, os cristãos só a devolviam no século XIII, quando foi quase exterminada diante dos conflitos em curso. Em seguida, seguiu os problemas do século XVII. e os eventos dos anos 1800 relacionados à guerra contra Napoleão na Península Ibérica.

O que ver

Dada esta história, não surpreende que um impressionante castelo do século XIII se erga sobre Beja, substituindo as fortificações defensivas anteriormente construídas aqui pelos romanos e depois pelos mouros. A torre central do Castelo de Menage é considerada a mais alta de Portugal e atinge uma altura de 40 m (Torre de Menagem; Terça-Sol no verão das 10: 00-13: 00, 14: 00-18: 00; no inverno 09: 00-12: 00, 13: 00-16: 00, a entrada é gratuita). Suba a escada em espiral para 197 degraus e desfrute da impressionante vista da cidade e das florestas ao redor que se estendem até a distância.

A principal atração da cidade - o mosteiro de Nossa Senhora da Conceição (Convento de Nossa Senhora da Conceição; Terça-feira 9h30-12h30, 14h00-17h15, entrada paga)decorado em estilo manuelino. Além disso, você verá azulejos brilhantes em um estilo puramente mourisco, uma luxuosa capela barroca e deslumbrante dourado rococó. No antigo mosteiro existe um interessante museu local, onde se encontram achados arqueológicos e uma boa coleção de pinturas. Na igreja mais antiga de Beja, Santo Amaru abriu um museu único de arte visigótica (Museu Visigotico; Terça-feira, 9h30-12h30, 14h00 às 17h00, taxa de entrada).

Outro mosteiro foi transformado em um esplêndido hotel em Sau-Francisco.

Uma das melhores igrejas pré-romenas em Portugal é o templo de São Amaro, com paredes caiadas de branco perto do castelo.

A beleza da cidade está em sua aparência histórica única: ela não cresceu incontrolavelmente e permanece inviolável e original. Em todos os lugares ao longo das ruas de paralelepípedos você pode ver lembretes da cultura mourisca. A pérola da cidade é o Museu regional da Rainha Leonora. Este é um monumento nacional cheio de tesouros, está localizado em um antigo mosteiro, datado do século XV.

30 km a oeste de Beja na estrada para a Espanha é a cidade encantadora e tranquila de Serpa (Serpa). Por detrás dos magníficos portões da Porta da Beja, começam ruas estreitas, ladeadas por casas brancas alinhadas. Muitos deles estão localizados fábricas de queijo. Produz o famoso queijo de ovelha local. O castelo local foi parcialmente destruído pelos espanhóis em 1707, mas de suas muralhas há belas vistas. As paredes cercam a mansão privada do século XVII. e um aqueduto delgado que leva ao antigo poço. Um pequeno museu etnográfico fala sobre a vida e o trabalho dos moradores locais.

De Serpa, siga para o sul em uma borda montanhosa e quase desabitada. Você pode ficar em Mertol (Mertola). Esta antiga cidade branca foi fundada pelos fenícios. Então os romanos viveram aqui e depois deles os mouros. A cidade está localizada em um penhasco acima do rio Guadiana. Está rodeado por muralhas mouriscas e, no ponto mais alto, encontra-se um castelo parcialmente arruinado, sobre as torres das quais as cegonhas gostam de se instalar.

Mertola é uma cidade histórica. A igreja local Matrish era uma vez uma mesquita, como evidenciado por um nicho de oração preservado - mihrab.

E a prefeitura é construída sobre uma fundação romana. (agora transformado em museu). O rio Guadiana flui no Algarve e forma a fronteira com a Espanha. A estrada ao longo do rio é considerada a mais bonita entre o Alentejo e o Algarve.

Quando vir

De maio a junho, antes da invasão de verão dos turistas portugueses.

O que ver e experimentar

  • A magnífica coluna VII. Igreja de São Amaro com pássaros esculpidos que atacam a cobra.
  • Fatia (ou dois) iguaria local - pan-de-ralo, bolo de abóbora.
  • A capela de Santo André, cujas paredes principais são totalmente revestidas de azulejos do século XVI.
  • A crucificação na Igreja do Mercado de Santa Maria é um maravilhoso exemplo de talha de madeira do século XIII.
  • Escavações arqueológicas de uma vila romana fora da cidade, que fazia parte de um grande complexo imobiliário suburbano.

Deve saber

Nunca diga aqui: “Vive I'impereur!” - “Viva o imperador!”. Em 1808, as tropas de Napoleão saquearam a cidade, matando quase todos os habitantes.

Cidade de Braga

Braga - uma cidade bonita e animada em Portugal. No século XII, esta cidade era o centro religioso de Portugal. E hoje a cidade é famosa por uma magnífica festa em honra da Semana Santa. Braga tem mais de 30 igrejas. Passeie pela cidade antiga ou sente-se em cafés requintados do início do século XX. na Praça da República ou em algum lugar próximo - muito prazer. Dê uma olhada no café "Astoria" ou "A Brasileira".

O que ver

A Catedral de Braga é uma das principais atracções do país pelo seu significado histórico e cultural. A original catedral de Braga (8.30-18.30, entrada gratuita; www.se-braga.pt) foi puramente romance. Ao longo dos séculos, a catedral foi cortada e decorada em vários estilos. Na catedral há dois órgãos dourados incomuns com tubos voltados para a frente, coros esculpidos de madeira brasileira. Observe o fluxo pintado na nave na entrada.

Para entender a magnitude da riqueza dos arcebispos de Braga, visite o magnífico Museu de Arte Sacra. Aqui são coletados itens de ouro e prata. Aqui você verá a cruz com a qual Cabral em 1500 viajou para o Brasil, figurinhas policromáticas e azulezhu. Nas proximidades existem duas capelas do século XIV. Os pais do primeiro rei de Portugal estão enterrados em um deles e no outro o cadáver mumificado do arcebispo, falecido em 1397.

O calçadão Rua de Souto passa pelo centro da cidade, passando pelo antigo palácio do arcebispo, agora transformado em biblioteca, e mansões medievais.Em frente à Praça da República, no belo edifício de estilo Art Deco, há um posto de turismo da cidade.

Braga é famosa não só pelas suas magníficas igrejas, mas também pelas suas luxuosas mansões barrocas. Um pouco a oeste do centro da cidade ergue-se o palácio Bishkainosh do século XVII. (final do século XVIII). O palácio é totalmente coerente com o estilo de vida luxuoso da nobreza portuguesa. Hoje abriga um interessante museu municipal. (De terça a domingo das 10h às 14h, das 14h às 17h30). Ao sul da Praça da República, você verá a magnífica mansão Casa do Raiu, decorada com azulejos azuis. Braga tem um maravilhoso Museu Arqueológico. (Rua dos Bombeiros Voluntários; Terça-feira, das 10h às 17h30), inaugurado em 2007. O museu exibe achados feitos nas proximidades da cidade, incluindo pedras das estradas romanas.

4 km a leste de Braga é uma das principais atrações religiosas de Portugal - a igreja do Bom Jesus do Monte do século XVIII. (no inverno das 8.30-18.30, no verão 8.00-20.00, a entrada é gratuita). A principal decoração da igreja barroca com duas torres - uma magnífica escadaria que leva à entrada. Nas escadas construiu uma capela, marcando as 14 paradas no Caminho de Cristo de Cristo. Escadas são decoradas com estátuas cobertas de musgo, urnas e fontes. Os crentes às vezes sobem à entrada da igreja de joelhos. Pessoas mais preguiçosas ou fisicamente fracas podem subir a pé ou no teleférico. No topo da colina há três hotéis onde você pode ficar.

Palácio de Queluz (Palácio Nacional)

Palácio Nacional de Queluz (Quarta-feira 09: 30-17: 00, taxa de entrada) é de apenas 14 km a oeste de Lisboa.

O luxuoso palácio rosa de verão foi encomendado pelo rei Pedro III na segunda metade do século XVIII. Era a residência oficial da família real. O orgulho de Kelush são os jardins do palácio com arbustos aparados geometricamente regulares, fontes pitorescas e muitas estátuas.

Os turistas podem percorrer todos os quartos e olhar para os luxuosos salões do Palácio de Queluz. Todos os quartos do Palácio de Queluz são ricamente decorados e literalmente pendurados com telas e forrados com estátuas.

Cidade Évora (Évora)

Évora - uma cidade em Portugal na província do Alentejo, localizada numa colina baixa rodeada de vinhas e uma maravilhosa paisagem rural. Localiza-se a 150 km a leste de Lisboa. É um Patrimônio Mundial da UNESCO. Seu centro histórico é preservado em sua forma original e é cercado por muralhas, sobre as quais se ergue uma imponente catedral. A cidade tem muitos monumentos arquitectónicos de diferentes épocas históricas: dentro das muralhas existem cerca de 4 mil edifícios interessantes, incluindo igrejas, palácios, portões e praças, mas Evora continua a ser uma cidade universitária animada e futurista.

História

A história de Évora começou há cerca de 2 mil anos. Os romanos chamaram esta cidade de Liberalitas Júlia, e em Évora ainda se podem ver edifícios reminiscentes daquela época, incluindo o monumental templo de Diana com 14 colunas e uma parte do entablamento. O templo é considerado o melhor monumento romano preservado em Portugal. Durante a invasão dos bárbaros, Évora caiu sob a autoridade dos visigodos, e em 715 a cidade foi conquistada pelos mouros.

Os Cavaleiros dos Cruzados, liderados por Gerald Sempawor no século XII, conquistaram a cidade dos mouros, de modo que na Idade Média, Évora se tornou uma das cidades mais movimentadas de Portugal. A corte real muitas vezes veio para cá, muitos casamentos reais ocorreram em Évora. A catedral gótica é datada do século XIII, embora os claustros e as portas tenham sido adicionados no século XIV. A cúpula sobre o transepto é incomum para igrejas portuguesas, e o altar barroco foi criado em épocas posteriores. Perto está a igreja gótica de São João Evangelista. (desde 1485). A Universidade de Évora foi fundada pela Ordem dos Jesuítas em 1551. Grandes estudiosos europeus como Clenardo e Molina partilharam os seus conhecimentos com os estudantes daqui.

A cidade de Évora é considerada uma das mais bem preservadas evidências da idade de ouro de Portugal.

Hoje você vai ver aqui os magníficos edifícios renascentistas erguidos na idade de ouro da cidade, quando abrigou a residência da dinastia avoia, que governou Portugal no século XIV. antes da chegada dos Habsburgos em 1581. Pelo século XVII. Evora finalmente perdeu seu valor e deixou de se desenvolver, de modo que os palácios únicos do século XVI. permaneceu intacto até hoje.

Vistas

As principais atrações estão concentradas atrás dos dois anéis das muralhas da fortaleza, no labirinto de ruas e praças mouriscas.

Praça principal característica da cidade de Giraldo (Praga do Giraldo) Arcos mouriscos adornam o belo fundo do espigão do século XVI. Há também um posto de turismo.

O templo romano de Évora, por vezes chamado de templo de Diana, foi erguido no século II ou III. n er Em uma plataforma alta, suba 14 colunas coríntias. No século XIX, houve um massacre da cidade neste lugar.

Perto do templo é o elegante hotel "Pousada dos Loios". Luxuoso hotel estatal ocupa um edifício de um antigo mosteiro. Atrás do pouse fica a igreja particular de San Giovanni Evangelista. (igreja do mesmo mosteiro; diariamente 9.00-12.30, 14.00-18.00)onde você pode ver o magnífico azulezhu XVIII. o trabalho do famoso artista Antonio Oliveira Bernardes. Painéis pitorescos retratam cenas da vida de São Lourenço.

A igreja irá surpreendê-lo com outras surpresas. Em seus porões, em ambos os lados da passagem, os reservatórios mouros são de 15 m de profundidade, onde os ossos dos monges mortos são mantidos. No claustro, pouzad deixa buracos confessionais.

Catedral (Se) Évora é construído em estilo românico e acima de tudo se assemelha a uma fortaleza. Em 1186, os cruzados começaram a construí-lo, mas tudo mudou. A bela ala oriental da catedral foi reconstruída por Johann Ludwig, o criador do mosteiro em Mafra. Usou o mármore multicolorido do Alentejo. Não deixe de admirar o luxuoso claustro gótico da catedral e vá até o Museu de Arte Sacra, que abriga uma grande coleção de relíquias e vestes de sacerdotes. Nos coros superiores esculpidos, foi construído um órgão, construído em 1562, um dos mais antigos da Europa.

Igreja de São Francisco (Igreja de São Francisco; diariamente das 9h às 12h45, das 14h30 às 17h40, entrada dos ossos da capela) esconde o mais incomum (e sombrio!) O marco de Évora é uma capela de ossos, isto é, um verdadeiro ossuário.

A capela é um enorme salão, inteiramente construído a partir dos ossos de 5.000 monges. As aberturas das janelas são feitas de crânios e os ossos peitorais são forrados com colunas. Acima da saída há uma inscrição sombria que lembra os visitantes da sua própria mortalidade: Nos ossos que aqui estamos, Pelos vossos esperamos ("Nós, os ossos aqui, estamos aguardando a sua chegada").

Perto da catedral fica o Museu de Évora. (14: 30-18: 00, qua-dom 10: 00-18: 00, taxa de entrada necessária)ocupando o antigo palácio do arcebispo. Após a restauração, foi exposta uma grande colecção de pinturas da chamada escola portuguesa, claramente influenciada pelos pintores de bandeira. A pérola da coleção é um políptico de 13 painéis que retratam cenas da vida de Nossa Senhora, que remontam ao início do século XV e final do século XVI. Esta imagem foi transferida da catedral para o museu em 1717.

Tours guiados de Évora

Adorável cidade branca de Arraiolos (Arraiolos) localizado a 21 km a norte de Évora. É famosa por seus maravilhosos tapetes. Tapetes de lã no estilo mourisco-persa foram feitos aqui desde o século XVII. Eles são caros (embora não tão caro quanto outros lugares)mas muito bonita.

Outra emocionante viagem de Évora pode ser feita aos megálitos de Reguengus de Monsaraz (Reguengos de Monsaraz). Esta cidade está localizada a 36 km a sudeste de Évora. Monumentos pré-históricos maciços, dolmens, consistem em pedras verticais (menos) e círculos de pedra (cromlechs). Os materiais informativos sobre estes e outros dólmenes do Alentejo, bem como sobre o percurso exato, podem ser obtidos junto do departamento de viagens de Évora.

Megálitos portugueses perto de Évora, cientistas referem-se aos séculos V-III. BC er Embora o objetivo exato desses dolmens seja desconhecido, muitos especialistas acreditam que estes eram túmulos que marcavam as fronteiras dos territórios. No Alentejo, encontrou pelo menos 125 monumentos megalíticos.

Perto da fronteira espanhola fica a tranquila e murada cidade de Monsaraz (Monsaraz). A partir daqui há uma bela vista da planície. Castelo local (hoje às vezes há touradas aqui) foi uma rede de fortificações construídas pelo rei D. Dinis no século XIV.

Cidades de mármore

Aproximadamente 46 km a nordeste de Évora existem cidades de trabalhadores de mármore, rodeadas por numerosas pedreiras. Estes são Estremoz, Borba e Vila Visoza. Há tanto mármore aqui que as igrejas locais e palácios são construídos a partir dele.

As maiores pedreiras estão localizadas perto da cidade fortificada de Estremoz (Estremoz). Projetos de mármore branco como a neve brilham sob o sol. Na Praça do Rossio (Praça do Marquês de Pombal) Aos sábados, abre-se um mercado animado que vende famosa cerâmica local, deliciosos queijos e outros produtos locais.

Uma agência de turismo e um interessante museu rural também estão localizados aqui, onde várias ferramentas de trabalho camponês e cerâmica são exibidas. Na mesma praça fica uma bela prefeitura de mármore. (Camara Municipal)decorado com painéis de azulejos pitorescos.

Atrás das muralhas da cidade alta está escondido. A torre das Três Coroas é construída no ponto mais alto. (Torre das Três Coroas)que é visível por muitos quilômetros da cidade. Não deixe de visitar a torre na capela azulejus de Raina Santa Isabel, dedicada à memória da esposa de D. Dinis, que foi canonizado. Perto está o palácio real de mármore, que hoje faz parte de uma das mais elegantes e procuradas pousadas portuguesas.

Borba (Borba)Localizado na estrada para Elvas e Espanha, parece mais simples, embora também haja mármore suficiente aqui. Além disso, eles produzem maravilhosos vinhos tintos e brancos. Todo mês de novembro, um festival de vinho real é realizado na cidade.

A 6 km daqui fica a terceira cidade de mármore - Vila Visosa (Vila Vigosa). A bela cidade é famosa pelo seu maravilhoso palácio ducal do século XVI. (Pago Ducal; de abril a setembro, das 14h30 às 17h30, das 10h00 às 13h00, das 14h00 às 17h30, das 9h30 às 15h, das 14h30 às 17h30, sáb, das 9h às 15h, das 14h30 às 18h00, de outubro a março, das 14h às 17h , De quarta-feira, das 10: 00h às 13: 00h, das 14: 00h às 17: 00h, das 17: 30h às 13: 00h e das 14: 00h às 17: 00h, taxa de entrada.. O palácio pertencia à família de Bragança - a última dinastia real de Portugal. Era a residência rural preferida dos reis portugueses. Frequentemente preferiam a caça no extenso parque da mansão à azáfama de Lisboa e ao palácio de gelo de Bragança.

Durante o passeio (apenas em português) Você verá elegantes apartamentos reais como eram antes do assassinato de Carlos I em 1908. Perto está o Pouzada, um mosteiro magnificamente restaurado do século XVI. No antigo castelo real na colina hoje são os museus arqueológicos e históricos (funciona o mesmo que o palácio).

Mais a leste está a cidade fortaleza de fronteira de Elvas. (Elvas). As muralhas da cidade são consideradas entre as mais bem preservadas de Portugal. No século XVII. eles foram fortalecidos e deram a eles a forma de uma estrela, característica das fortalezas do arquiteto militar francês Vauban.

Fora dos muros da cidade, você pode ver o aqueduto da Amoreira. Este aqueduto de sete quilômetros foi construído em 124 anos. A maior igreja da cidade ergue-se na Praça da República - esta é a igreja ricamente decorada de Nossa Senhora da Assunção com um portal luxuoso em estilo manuelino e uma torre sineira alta. Ao lado do castelo é outra igreja - a Nossa Senhora dos Aflitush. Tem uma forma octogonal, que fala da influência dos Templários, e sua cúpula é coberta com o magnífico azulezhu XVII.

Melhor época para visitar

Primavera ou outono.

Não perca

  • Palácio Vasco da Gama, notável pelo seu claustro em estilo manuelino e preservado pinturas murais da Renascença.
  • A Igreja de São Francisco - caveiras e ossos de 5 mil monges estão enterrados em suas paredes. Há até dois corpos dissecados pendurados na parede. A inscrição diz: "Somos os ossos que esperam por seus ossos".
  • Universidade.
  • Templo Romano de Diana.
  • A Catedral de Évora é o monumento romano mais bem preservado de Portugal.
  • Aqueduto Agua de Prata, construído em 1531-1537 para abastecer a cidade com água, estendida por 9 km. Notavelmente, uma das extremidades do aqueduto é ocupada por casas, lojas e cafés.

Cidade de Fátima

Fátima - uma cidade em Portugal, localizada nas colinas a 135 km a norte de Lisboa.Fátima é um dos locais de peregrinação mais reverenciados do mundo católico, comparável em importância à Lourdes francesa e à espanhola Santiago de Compostela.

História

Em 13 de maio de 1917, três pequenas vaqueiras relataram que eram a Virgem Maria. A Mãe de Deus fez três profecias para as crianças e, em outubro, um fenômeno celestial incomum se seguiu, testemunhado por milhares de crentes. Duas crianças morreram de pneumonia e a terceira, Lucia, tornou-se uma freira carmelita e morreu no mosteiro de Coimbra em 2005.

A basílica de Neobarochny acomoda tantos peregrinos que pode competir com a Catedral de São Pedro em Roma. No aniversário das aparições, a enorme praça em frente à basílica está cheia de gente. Em 2007, foi inaugurado um novo centro religioso em Fátima. (7h30 - 19h30, a entrada é gratuita), em homenagem a João Paulo II, que acreditava que em 13 de maio de 1981, a Virgem de Fátima o salvou da bala do assassino e da inevitável morte. Em 1982, ele fez uma peregrinação de agradecimento e numerou pessoalmente três pastores aos abençoados. As peregrinações são feitas no dia 13 de cada mês.

Peregrinação popular

Especialmente muitos peregrinos chegam ao imenso templo de Fátima nos dias 13 e 13 de outubro. Este é o primeiro e último dia de 1917, quando os três pastores eram a Virgem Maria. Antes de cada aniversário, centenas de milhares de peregrinos vão a Fátima e muitos não o fazem pela primeira vez. A princípio, a Igreja tentou parar as histórias sobre o fenômeno e proibir a peregrinação. Mas em 1928 foi lançada uma enorme basílica e, um ano depois, a adoração a Nossa Senhora de Fátima tornou-se oficial. Hoje, nenhum dos pastores já não está vivo, e logo eles serão canonizados. O fenômeno de Fátima adquiriu tais proporções, e o número de peregrinos aumentou tanto que o templo foi recentemente expandido - em 13 de maio de 2007, 90 anos após a primeira aparição da Mãe de Deus às crianças, um centro foi aberto em homenagem ao papa João Paulo II.

Cascais

Cascais - uma pitoresca cidade turística em Portugal, com excelentes praias. Na vida noturna de verão é movimentada aqui. Moradores vêm aqui moradores de Lisboa, assim como turistas da Europa. A cidade ocupa uma área de 97,4 km², onde vivem cerca de 200 mil pessoas.

O que ver

Na bela praça principal fica a prefeitura. (Paços do Concelho) - um edifício elegante com varandas de ferro forjado, decorado com painéis de cerâmica representando santos. Fortaleza fechada XVII. Sidadela - um dos poucos edifícios que sobreviveram ao terrível terremoto e tsunami em 1755

No parque municipal, localizado um pouco mais ao longo da mesma estrada, funciona o Museu dos Condes Kastru Guimarães (Museu dos Condes de Castro Guimarães; Terça-feira das 10h às 17h, taxa de entrada obrigatória). Este museu exibe achados arqueológicos, obras de arte e móveis antigos. Além disso, perto do museu você pode sentir a atmosfera de uma antiga vila de pescadores.

Se você for para o oeste, depois de 3 km, você pode ir até o Hellish Vent. (Boca do Inferno). Durante uma tempestade neste desfiladeiro, ondas altas aumentam, e tudo isso é acompanhado por um rugido infernal. Ginsho (Guincho) - paraíso para os surfistas. A cidade está localizada a 9 km de Cascais. Aqui você pode ir para a praia ou pegar peixes das rochas, mas você precisa ter cuidado, porque as ondas no oceano aberto podem ser muito fortes.

Quinta da Regaleira (Quinta da Regaleira)

Quinta da Regaleira - um complexo do palácio e do parque perto de Sintra em Portugal. Leva o nome da Baronesa Regaleira, que adquiriu a propriedade em 1840; também conhecido como o palácio do milionário Monteiro. Incluído na "Paisagem Cultural de Sintra", em 1995 incluída na Lista de Património Mundial.

Destaques

Para o espectador não iniciado, todos os edifícios da Quinta e da Regaleira, mesmo os parques e fontes, são decorados apenas por razões de valor artístico, mas o historiador da arte entenderá que esta mistura de culturas antigas tem um significado profundo.

Assim, o parque é organizado por analogia com a "Divina Comédia": aqui há céu, inferno, purgatório.No centro do parque há um poço de trinta metros de Iniciação, a descida pela qual passa por nove níveis, simbolizando os círculos do inferno, e no fundo há uma cruz templária esculpida - o símbolo da redenção. Do fundo do poço você pode sair de várias maneiras, porque a partir da cruz para os lados divergem túneis levando a diferentes partes do parque. Um dos túneis leva a uma pequena lagoa de lentilha, através da qual o caminho leva a partir de pedras descuidadamente esboçadas, que você pode percorrer apenas a partir do pé esquerdo.

Na propriedade você pode encontrar o Ibis Pavilion (referindo-se à mitologia egípcia), o terraço dos deuses gregos e o simbolismo dos Cavaleiros Templários.

Proprietários

Ao longo dos séculos, estas terras pertenciam a várias pessoas: sabe-se que em 1697 o território, correspondendo aproximadamente às fronteiras modernas do complexo imobiliário, pertencia a um certo José Leith (porto José Leite). Em 1715, a Quinta da Torre (porto da Quinta da Torre - o nome da torre) adquiriu o franchisado Albert de Castre, que utilizava as nascentes de montanha, localizadas aqui, para abastecer as fontes urbanas de Sintra. Em 1830, a herdade de Castre (porto da Quinta do Castro) passou para as mãos de Manuel Bernardo, em 1840 foi adquirida por Alain Regaleira, filha de um rico comerciante portuense, que logo recebeu o título de baronesa. Em 1892, a posse de 25.000 reais portugueses adquiriu um filantropo e colecionador Carvalho Monteiro, graças a quem todo o território adquiriu sua aparência atual. Em 1942, a propriedade foi vendida a Valdemar d'Ori, que a usou como residência privada, e em 1987 tornou-se propriedade da corporação japonesa Aoki. Em Março de 1996, a Câmara Municipal de Sintra conseguiu resgatar a propriedade, após o que teve início a sua restauração activa.

Criando um museu

Uma fundação especial, a Fundação Cultursintra (oficialmente registrada em 13 de janeiro de 1997) foi criada para administrar a propriedade, incluindo a Associação Sintra para a Proteção do Patrimônio Cultural, Câmara Municipal de Sintra, Instituto de Preservação do Patrimônio Cultural, Ministério da Cultura, Universidade Católica de Portugal e outras organizações. Em Junho de 1998, a Quinta da Regaleira foi aberta ao público. Em fevereiro de 2002, a propriedade recebeu o status de monumento da arquitetura.

A história dos edifícios

Como membro da Loja Maçônica, Monteiro planejava melhorar sua propriedade rural de tal forma que refletisse seus interesses e filosofia de uma forma sivólica. Monteiro foi atraído para a realização dessas idéias pelo arquiteto italiano Luigi Manini, que estava trabalhando em Portugal na época. Seguindo as tendências da moda da época e respondendo aos pedidos dos clientes, Luigi Manini combinou no projecto elementos de arquitectura de diferentes épocas: românica, gótica, renascentista e manuelina. A construção começou em 1904 e, em 1910, a maioria dos projetos já havia sido implementada. Como resultado, um palácio de quatro andares e uma capela católica apareceram na propriedade, e o território circundante foi transformado em uma fantasia de “Jardim do Éden”, espalhada por quatro hectares.

Palácio da Regaleira

A fachada do palácio de quatro andares é ricamente decorada: está repleta de torres góticas, gárgulas e capitéis. A estrutura é coroada por uma torre octogonal, sob a qual se encontra a "Caverna de Leda". No primeiro andar do palácio, que preservou parcialmente o seu design decorativo, localizavam-se a sala de estar, sala de jantar, sala de bilhar, roupeiro e quarto principal. No segundo andar estavam seu escritório e quarto de empregada. O terceiro quarto tem uma sala de engomar e uma pequena sala com um terraço, e na cave há quartos para empregados do sexo masculino, uma cozinha com elevador para levantar alimentos para o primeiro andar e várias arrecadações.

Capela

A capela católica romana tem vários andares, está localizada em frente à fachada principal do palácio e está estilisticamente ligada a ela. O interior da capela é ricamente decorado com estuque, vitrais e afrescos, que retratam Teresa de Ávila, Antônio de Pádua e outros santos da Igreja Católica.A imagem da esfera armilar está disposta no chão da capela - símbolo das conquistas de Portugal na época das grandes descobertas geográficas, que é um dos principais elementos do brasão de armas de Portugal, e o emblema da Ordem de Cristo encerrado em um pentagrama.

O parque

Um parque de vários níveis interceptado por um conjunto de caminhos e terraços desce das encostas da colina. Seu layout e elementos escondem os símbolos associados a várias religiões e cultos religiosos, alquimia, maçonaria, ordens dos Templários e Rosacruzes e obras literárias famosas.

Na parte superior do parque há uma floresta selvagem e inculta, enquanto na parte inferior há um homem enobrecido. Juntamente com elementos "naturais" da arquitetura paisagística, como lagos, canais, grutas e cavernas com túneis subterrâneos, o parque é decorado com altas torres, gazebos, bancos esculpidos e estátuas.

Bem de iniciação

Um “poço de dedicação”, que se estende para o fundo da terra, é cercado por uma galeria em espiral decorada com numerosas aberturas em arco. A galeria consiste em nove vãos de quinze passos cada. Segundo a lenda, esses nove níveis simbolizam os nove círculos do inferno, do purgatório e do paraíso descritos por Dante. No fundo do poço, o brasão de Monteiro é colocado - uma estrela de oito pontas na qual a cruz dos Templários está inscrita. Na parede há um triângulo brilhante - um dos símbolos da Maçonaria. Acreditava-se que o bem servia para as cerimônias religiosas da fraternidade maçônica, mas não havia provas documentais disso.

Os túneis

O sistema de túneis possui muitas entradas e saídas que levam à capela, grutas, lago com cachoeira e outras atrações. Simbolicamente, eles interpretam a jornada entre a luz e as trevas, a morte e a ressurreição.

Aquário

A água é um dos elementos mais importantes do parque - além dos canais e fontes, existem dois lagos artificiais no território. O "aquário" é criado como se fosse uma parte natural da rocha. Atualmente, esse objeto está em estado de conservação.

Informação útil

A Quinta da Regaleira está aberta diariamente das 10: 00h às 17: 30h, e uma visita a esta está incluída em qualquer passeio de Sintra. Se você planeja visitar a propriedade por conta própria, tenha em mente que uma inspeção completa deve levar pelo menos de duas a três horas.

O conhecimento do castelo é totalmente gratuito para crianças e adultos, mas para o guia, que lhe dirá em detalhes sobre o significado de todas as esculturas e símbolos e a história da propriedade, você terá que pagar cerca de US $ 10.

Se está interessado na história da sociedade maçônica e na sua filosofia, ou admira sinceramente os castelos neo-góticos, tente visitar a Quinta da Regaleira em Portugal - aqui vai descobrir muitas coisas novas.

Cidade de Coimbra

Coimbra - a cidade onde se encontra a universidade mais antiga de Portugal, nos séculos XII-XIII. era a capital do país. Desde 1290 é o centro da vida intelectual do país, e hoje é uma cidade animada e próspera, cheia de estudantes alegres.

O que ver

A famosa Universidade de Coimbra é a mais antiga instituição de ensino do país. A universidade está localizada no topo de uma colina na cidade velha, acima do rio Mondego. No caminho para a universidade, você verá várias pequenas e bonitas ruas, bem como inúmeros pequenos bares, nos quais eles tocam a variedade local de fado.

No pátio central da universidade há uma torre sineira alta, que é cercada em três lados por edifícios históricos. Por um lado, está a magnífica biblioteca Joanin Barroco. (De abril a outubro, todos os dias das 9h às 19h, de novembro a março, de segunda a sexta, das 9h30 às 17h, e das 10h30 às 16h, a entrada é gratuita)construído em 1720 em ouro brasileiro por Joan V (no mesmo dinheiro foi construída uma grande biblioteca em Mafra). Em três salas ricamente decoradas com douramento e pintura, existem cerca de 300 mil volumes entrelaçados em couro em diferentes idiomas. Perto estão o Museu de Arte Religiosa. (Museu de Arte Sacra) e Capela Sau Miguel (Capela de São Miguel)decorado com azulezhu magnífico. A capela tem um belo órgão barroco.Um salão cerimonial ricamente decorado aparecerá na sua frente. (Sala Grande dos Actos; diariamente das 9h00 às 17h00, a entrada é gratuita). Este é o centro da vida universitária - aqui são concedidos diplomas. A sala de exames também está localizada aqui. (Sala do Exame Privado).

Museu Nacional da Machada de Castera (Museu Nacional de Machado de Castro; em-Domingo de Abril a Setembro 10: 00-18: 00, Outubro / Março 10: 00-12: 30, 14: 30-18: 00, taxa de entrada; // www.museumachadocastro.pt/) abriu no antigo palácio do arcebispo. O museu abriga uma excelente coleção de escultura medieval e pintura religiosa. O complexo do museu ocupa vários edifícios, incluindo a torre mourisca e a cripta românica com um labirinto de passagens subterrâneas.

De cada lado do museu, duas catedrais de Coimbra: a clássica e nova catedral barroca (Se Nova; Ter-Sáb 8,30-12,00, 14,00-18,30, Dom 9,00-12,30, 17,00-19,00) e muito mais interessante Catedral Velha (Se Velha; de segunda a quinta, das 10h às 13h, das 14h às 18h, das 10h às 15h). A enorme e antiga catedral românica assemelha-se às catedrais de Lisboa e Porto, construídas no alvorecer da era das Cruzadas. Decorações renascentistas apareceram na fachada, mas o interior ainda era duro. Na capela à direita, você verá magníficas estátuas de Cristo, a Virgem Maria e 12 apóstolos. Não deixe de conferir o belo claustro românico.

Igreja nave única de santa cruz (Igreja Santa Cruz; Terça-feira: das 9:00 às 12: 00h, das 14: 00h às 17: 00h, do domingo das 16: 00h às 17: 30h).Construída em 1131, foi posteriormente ricamente decorada em estilo manuelino: surgiu um magnífico pórtico e uma cadeira esculpida. Na igreja há os túmulos do primeiro e segundo reis de Portugal, Afonso Henriques e Sancha I. Os graciosos arcos e os pitorescos azulejes decoram o silêncio do claustro. Junto ao rio é o maior jardim botânico de Portugal (diariamente das 9h às 20h, de outubro a março até as 17h30, a entrada é cobrada) com uma coleção de plantas trazidas de todo o Império Português.

Atrás do rio você pode ver o mosteiro de Santa Clara-a-Velha. (Convento de Santa Clara-a-Velha; diariamente de maio a setembro, das 10h às 19h, de outubro a 17h até a entrada, a ampla restauração está em andamento). A morta Ines de Castro foi coroada aqui. Perto da colina fica o mosteiro de Santa Clara-a-Nova. No novo mosteiro é a tumba de prata da rainha sagrada Isabella, a esposa do rei Dinis. Perto está a propriedade da Quinta das Lagrimash, agora transformada num hotel de luxo. Supõe-se que foi nesta propriedade que Ines de Castro foi morto. No jardim há um "lago de lágrimas", imortalizado no poema épico de Camões. É dito que a água nesta lagoa ficou vermelha do sangue do Ines infeliz. O parque de diversões infantil Portugal dos Pequeninos está localizado na margem sul do rio. (diariamente de junho a meados de setembro de 9.00 a 20.00, de meados de setembro a de fevereiro de 10.00 a 17.00, de março a de maio de 10.00 a 19.00, taxa de entrada).

Bairro de Coimbra

As maiores e mais interessantes ruínas romanas estão localizadas a 17 km a sul de Coimbra, em Conimbrigue. (Conimbriga; Ter-dom junho-setembro 9.00-20.00, outubro-maio ​​10.00-18.00, ingresso; www.conimbriga.pt)perto da cidade de ceramistas Kondeysha-a-Nova (Condeixa-a-Nova). Escavações ainda estão em curso, mas hoje você pode ver as ruínas de fontes, piscinas termais, sistemas de aquecimento de uma grande villa com magníficos mosaicos. Mosaicos muito interessantes serão abertos na Casa das Fontesh. Por volta de 25 aC er Conimbriga era uma grande cidade romana, mas os principais achados arqueológicos pertencem aos séculos II-III. n er

No rio Mondego, a 28 km a oeste de Coimbra, ergue-se um imponente castelo do século XIV. Montemor-o-Velho (Montemor-o-Velho; diariamente das 10h às 20h, no inverno até às 17h, a entrada é gratuita). Nesta cidade nasceu a exploradora Fernau Mendes Pinto. Há belas vistas das muralhas do castelo.

25 km ao norte de Coimbra a Bussaca (Bucaco) Espalhe uma das florestas mais antigas de Portugal, para a qual os habitantes do país são tratados com reverência sagrada. Existem muitos caminhos através da floresta densa. Na floresta, que nos tempos antigos pertencia aos monges beneditinos, cresce 700 espécies de árvores. No meio da floresta encontra-se o famoso e fantasticamente luxuoso palácio hoteleiro "Boussaco". Era uma vez uma residência real de verão. E ao lado há um mosteiro de pedra carmelita incomum. Aqueles que querem relaxar completamente podem ir para a cidade vizinha de Lusu. (Luso)que preservou muitas mansões elegantes do século XIX, há um cassino e vários spas termais.

Cidade de Lisboa (Lisboa)

Lisboa - A capital, a maior cidade de Portugal, está localizada em sete colinas na foz do rio Tejo. A Praça do Comércio, no porto, é uma das praças mais notáveis ​​da Europa, com três lados cercados por mansões com galerias de galerias e a quarta - o aterro do rio. Lisboa é uma cidade maravilhosa cheia de contrastes, a modernidade é representada por edifícios ar nouveau, maravilhosos mosaicos de rua, casas decoradas com azulejos de cerâmica e o bairro medieval de Alfama lembra o domínio mourisco.

Destaques

Em Lisboa, turistas examinam mansões, museus, mosteiros e parques fabulosos. Do alto de uma das colinas, você pode ver toda a cidade - as vistas panorâmicas do Castello di São Jorge são realmente lindas. Não se esqueça de explorar a fachada da Igreja do Nariz Señora de Conseisan Velha ou a arquitectura única no estilo gótico tardio de Portugal no mosteiro com um belo claustro, assim como a Torre de Belém.

Durante muitos anos, Lisboa foi considerada uma cidade relativamente calma e calma, sem agitação, típica de outras capitais europeias. Embora a cidade ainda mantenha o seu antigo charme acolhedor, a situação está mudando rapidamente: hoje há um movimento muito animado na cidade, e só se pode sonhar com o silêncio.

Lisboa é a maior cidade de Portugal. Sua população é de mais de 2 milhões de pessoas.

O porto tem sido amplamente utilizado por vários países há 3000 anos, a era de ouro de Lisboa foi o período dos séculos XV-XVII, quando Portugal se tornou um poderoso e rico império. Vasco da Gama em 1498 abriu a rota marítima para a Índia, e o comércio de especiarias e pedras preciosas trouxe lucros gigantescos para Portugal. O ouro foi descoberto no Brasil no século XVII, mas em meados do século o império português entrou em decadência. Em 1755, Lisboa foi seriamente danificada por um terremoto e nunca mais recuperou sua antiga grandeza. Como a cidade parecia antes, pode imaginar, tendo estado nos becos sinuosos do bairro medieval e mouro de Alfama. Lisboa é hoje uma capital europeia próspera, atraindo muitos turistas.

O centro da cidade é pequeno, compacto e fácil de ver. A cidade é construída nas colinas. Segundo a lenda, eles são sete, mas na verdade mais. Por isso, em Lisboa, muitas plataformas de visualização excelentes. O melhor é começar um passeio por Lisboa a partir do antigo castelo mouro - o castelo de Cay-Jorge (Castelo de S. Jorge, diariamente: no verão das 9h00 às 21h00, no inverno das 9h00 às 18h00, taxa de entrada; www. Castelosaojorge.egeac.pt).

Quando em 1147 o primeiro rei de Portugal, Afonso Henriques, capturou o castelo com um grupo de cruzados, este foi o início da reconquista de Portugal aos mouros. Das muralhas você pode ver o panorama de toda a cidade e do largo rio Tejo. A ponte sobre o rio foi construída em 1966 e foi então considerada a maior ponte suspensa da Europa.

Alfama e Baisha

Bairro Medieval tradicional Alfama (Alfama) - Uma das partes mais pitorescas e interessantes de Lisboa, uma das poucas que sobreviveram ao terramoto de 1755. O bairro foi construído pelos mouros na encosta entre o castelo de São Jorge e o rio Tejo. Alfama tem um mercado árabe colorido: um labirinto de ruas estreitas e sinuosas, ruelas de paralelepípedos, casas e palácios antigos em ruínas, balcões de peixe e discotecas de música de fado.

Uma vista magnífica da cidade se abre a partir do aconchegante Mirador de Santa Lucia Park, localizado logo abaixo do castelo. A catedral é visível ao redor da curva (Se Patriarcal). A maneira mais fácil de chegar aqui é a partir do centro, em direção ao leste ao longo da Rua da Conceição.

A igreja fortificada começou a ser construída no século XII. Tais torres e muralhas poderiam muito bem pertencer à cidadela inexpugnável. Perto está a bela igreja de Santo Antônio Xie (Igreja de Santo Antônio da Sé)dedicado a António de Pádua - o santo mais venerado de Lisboa.

Logo atrás Alfama é a igreja do padroeiro de Lisboa - a igreja de Sau Vicente de Fora. (Igreja de São Vicente atrás dos muros; sex-dom 10: 00-18: 00, a entrada é paga). A igreja é construída no estilo italiano e tem um belo claustro.O claustro é incrivelmente bom: azulejos azuis e brancos adornam o pátio, e o telhado oferece a mais bela vista da cidade.

Perto do rio fica o Museu Nacional dos Azulejos. (Museu Nacional do Azulejo, das 13: 00h às 18: 00h, de quarta a domingo das 10: 00h às 18: 00h, taxa de entrada; //www.museudoazulejo.pt/)inteiramente dedicado a azulejos pintados à mão e vidrados. Mais de 12 mil azulezhdu estão expostos aqui - dos azulejos policromos do século XV. aos azulejos do século XX, feitos no estilo Art Deco. A jóia da colecção é o Panorama de Lisboa, um painel de 36 metros que representa o aterro de Lisboa tal como surgiu antes do terramoto de 1755. O museu está localizado num antigo mosteiro, por isso, quando vir aqui, não deixe de ver a pequena igreja de Nossa Senhora. Igreja da Madre de Deus, decorado não só com azulejos tradicionais, mas também dourados em estilo rococó.

Quarter Baisha (Baixa), isto é, a "cidade baixa", localizada entre as colinas, por isso, durante o terremoto, ele sofreu muito mal. A restauração da cidade levou o Marquês de Pombal, e neste momento ele criou uma grade geométrica de largas avenidas. Este estilo de construção foi chamado de "Pombalino".

Baisha - o principal distrito de negócios da cidade. Praça Grande Comersiu (Praça do Comércio) com um enorme arco triunfal em três lados ladeados por arcadas elegantes. Esta área (costumava ser chamado de Terreiro do Paz) sempre esteve no centro dos acontecimentos políticos. Em 1908, o rei Carlos e seu filho mais velho foram mortos aqui, e em 1974 os eventos da "revolução dos cravos" se desdobraram aqui. No lado oeste da praça está localizado o posto de turismo "Lisboa Welcome".

Do outro lado do rio Tejo você pode atravessar a balsa, que parte quase da praça e atraca perto da estação de trem Cais do Sodré (Cais do Sodré)de onde partem os trens para o Estoril e Cascais.

Uma ampla rua comercial pedestre, a Rua Augusta, começa na Praça Komersiu. Através do arco majestoso, conduz à praça central de Lisboa - a praça de D. Pedro IV, mais conhecida como Rossio (Rossio). Uma vez que havia touradas organizadas, e agora a praça com muitos cafés tornou-se um popular ponto de encontro.

No lado norte da praça fica o Teatro Nacional, e do outro lado da rua fica a estação do Rossio (Estasao do Rossio)de onde partem trens para Sintra e Queluz. A construção da estação com seus arcos em forma de ferradura lembra um palácio mouro. No centro da praça Restauradoresh (Prasa dos Restauradores) um obelisco foi instalado em homenagem à derrubada da dominação espanhola sobre Portugal em 1640. A principal agência de turismo de Portugal está localizada no Palácio de Foch, no lado oeste da praça.

Largo e sombrio avenida da Liberdade (Avenida da Liberdade) vai para o norte. Todo (1 km) está alinhada com jardins, lagoas e fontes. Na praça do Marquês de Pombal (Praça Marquês de Pombal - Rotunda)Um monumento a este famoso estadista foi erguido. Pombal olha severamente para a cidade. No sopé do monumento, muitas vezes reúnem torcedores de futebol, comemorando a vitória de suas equipes.

A norte do Parque Eduard VII, junto à Avenida Antonio Agust Aguar, encontra-se o Museu Gulbenkian. (Terça-feira, das 10h às 17h45, taxa de entrada; www.museu.gulbenkian.pt) - O principal museu de arte da cidade.

Abriga uma das melhores coleções particulares de arte da Europa, apresentada a Portugal pelo bilionário Kaloust Gulbenkian, nascido na América. O museu exibe milhares de obras de arte coletadas. Uma das pessoas mais ricas do mundo deu a Portugal não só um museu. A fundação beneficente de seu nome construiu salas de concertos e exposições, patrocina uma orquestra sinfônica, uma companhia de balé e coral, além de várias bibliotecas. A Fundação Gulbenkian também financia a compra de equipamento para hospitais e serviços sociais, constrói centros de reabilitação para deficientes, fornece subsídios e subsídios para a restauração de edifícios antigos e organiza exposições de artistas contemporâneos. Gulbenkian viveu em Paris e mudou-se para Portugal, fugindo dos nazistas, em 1942Ele amava apaixonadamente o país e seu povo. Calust Gulbenkian morreu em Portugal em 1955 aos 86 anos.

Um pouco ao norte você verá o belo aqueduto Aguas Liveshire, construído no século XVIII. Segundo este aqueduto na capital entregou a água extraída em 18 km da cidade.

Alfame de bonde

O melhor é olhar em torno de Alfam da janela do bonde: o bonde número 12 vem da Praça da Figueira, o bonde número 28 vem de Bayrou Alto. O bonde número 15 vai ao longo do aterro de Belém desde a praça Comersiu.

Bayru Alto

Mais perto do rio e a oeste da praça Komersiu fica o elegante bairro residencial da Lapa. Sua principal atração é o Museu Nacional de Arte Antiga. (Museu Nacional de Arte Antiga; em 14.00-18.00, cp-ec 10.00-18.00, taxa de entrada; www.mnarteantiga-ipmuseus. Pt) - o maior em Portugal.

Entre as jóias da coleção está o políptico "A Adoração dos Magos" pelo mestre português do século XV. Nuño Gonçalves e A Tentação de Santo Antônio são uma fantástica alucinação de Hieronymus Bosch.

Bayru Alto (cidade alta) - uma área montanhosa, construída com casas elegantes, decoradas com varandas de ferro forjado, alimentadores de pássaros e floreiras. À noite, existem inúmeros restaurantes, bares e clubes de fado.

Nos arredores do Bairro Alto é uma das principais atracções de Lisboa - a Igreja Karma (Igreja carmelita) Século XIV. No Dia de Todos os Santos, em 1755, estava cheio de gente. Quando o terremoto começou, o telhado desabou na igreja. O edifício não foi restaurado, permaneceu ruínas pitorescas. Hoje abriga um pequeno museu arqueológico. Perto fica a magnífica igreja Cay-Roque do século XVI. Preste atenção à magnífica capela barroca de São João Batista. Na igreja existe um pequeno museu de arte religiosa.

É fácil chegar a Bairo Alto a partir da praça central do distrito de Baisha, mas é melhor pegar o bonde. Você também pode chegar a Bayra Alto com a ajuda do elevador de 30 metros Sant Juste, localizado perto da Praça do Rossio. O antigo elevador que leva os turistas ao mirante é um verdadeiro milagre do vidro e do metal, construído por Raoul Meschnier de Ponsard em 1902. Acredita-se que este engenheiro foi inspirado no trabalho da Postave Eiffel.

Uma vez no andar de cima, as escadas para o elevador você pode entrar na elegante Rua do Carmo. Desça a elegante zona comercial do Chiado. (Chiado). Em 1988, este bairro foi completamente destruído pelo fogo mais forte, mas foi restaurado rapidamente. Dê uma olhada no centro comercial Armazéns do Chiado, onde fica a grande loja da Fnac.

Bayru Alto - o bairro mais interessante e colorido de Lisboa. Era uma vez o abrigo de ladrões e prostitutas, mas hoje se tornou bastante limpo. (sem contar o grafite individual nas paredes). Este bairro abriga livrarias interessantes. (livrarias), pequenas mercearias, excelentes restaurantes, bares e discotecas Fado. Aqueles que são projetados para turistas são bastante espaçosos. Aqui você pode ouvir música sob o vinho e lanche. Quando a noite desce, Bayru Alto torna-se o bairro mais movimentado de Lisboa. Moradores da cidade correm para as ruas estreitas para se divertirem quase até a manhã.

A elegante sala de provas do Instituto do Vinho do Porto tem um caráter completamente diferente. (Solar do Instituto do Vinho do Porto, Seg-Sáb 11.00-24.00)localizado na Rua de São Pedro de Alcântara.

Este estabelecimento elegante e confortável está localizado em frente ao elevador Gloria, com o qual você pode subir da Praça Restauradoresh, no bairro de Baixa, para a cidade alta e para o elevador Saint-Zhusht. Ambos os elevadores dão ao bloco uma certa excentricidade. E embora Eiffel não tenha participado na construção do teleférico de Sant Juste, o grande francês trabalhou em Portugal. Construiu pontes no Porto e outras cidades do norte, galerias da Sociedade Geográfica de Lisboa e até uma garagem na Rua Alexandre Herculano.

Belen

6 km a oeste da praça Comersiu é o bairro costeiro de Belém. Nos séculos XV e XVI. daqui foram as expedições dos grandes marinheiros.A descoberta de novas rotas marítimas marcou a era de ouro do comércio e, em seguida, o rei Manuel construiu dois magníficos monumentos em homenagem às grandes realizações de seu país.

O primeiro deles é Belen Tower (De terça a domingo, das 10h às 18h30, no inverno até as 17h, a entrada tem um custo extra). Este pequeno mas incrivelmente romântico (especialmente nas luzes da noite) A fortaleza medieval foi construída em 1515 para proteger as abordagens de Lisboa. A torre tornou-se um dos melhores exemplos do estilo manuelino.

Mas o magnífico mosteiro de Hieronymus (Terça-feira das 10h00 às 18h00, no inverno até às 17h00, taxa de entrada; www.mosteirojeronimos.pt) - o maior monumento religioso de Lisboa, uma verdadeira obra-prima do estilo manuelino. A enorme igreja de capa dupla sobreviveu milagrosamente ao terremoto de 1755. Aqui estão as tumbas reais, assim como as lápides dos heróis nacionais - Vasco da Gama e o poeta Luis Camões.

O Museu Arqueológico também está localizado aqui, e o Museu Marítimo fica nas proximidades. (Museu da Marinha; Terça-feira das 10h00 às 18h00, no inverno até às 17h00, taxa de entrada obrigatória).

Um pouco mais abaixo na rua, o muito popular Museu dos Carruagens está aberto. (Museu Nacional dos Coches; Terça-feira das 10: 00h às 18: 00h, taxa de entrada; www.museudoscoches-ipmuseus.pt)que ocupa o edifício da antiga escola de equitação no palácio real de Belém.

Um dos símbolos mais famosos de Belém foi um monumento moderno aos pioneiros. (Padrao dos Descobrimentos; Terça-feira das 10h00 às 19h00, no inverno até às 18h00, taxa de entrada; www.padraodescobrimentos.egeac.pt). O monumento gigante, situado nas margens do rio, retrata o Príncipe Enrique, o Navegador, no nariz de uma caravela estilizada que se desloca ao longo do Tejo. O príncipe Enrique descreveu os grandes navegadores, cartógrafos e astrónomos, a quem apelou à criação da frota portuguesa e à construção de um poderoso império.

O planetário da Fundação Gulbenkian e o enorme centro cultural de Belen estão localizados em Belém. (www.ccb.pt)onde shows e exposições de arte são realizadas.

Lisboa Oriental

Este trimestre no local da antiga área industrial da cidade foi construído especificamente para a Exposição Mundial "EXPO-98", mas hoje continua a atrair turistas. Na margem do Parque das Nações (Parque das Naçoes) é um aquário de classe mundial - Oceanário de Lisboa. É facilmente acessível por metro.

São Vicente de Lisboa

As relíquias de São Vicente são guardadas em um magnífico tabernáculo de prata na igreja de Sau Vicente de Fora. Vicente foi martirizado em Valência em 336, mas quando no século VIII. os mouros tomaram a cidade, os habitantes deixaram-na junto ao mar, levando com eles as relíquias do santo. Eles desembarcaram na costa do Algarve, e este cabo é agora chamado de Cabo San Vicente. Aqui as relíquias do santo foram mantidas até que Rei Afonso Henriques ordenou transferi-las para a capital e colocá-las na igreja recém-construída. As relíquias do santo foram acompanhadas por dois corvos - é por isso que muitas das lâmpadas de rua de Lisboa mostram navios a navegar com dois pássaros para trás e à frente.

Ofertas especiais para hotéis

Calendário de baixo preço

Aqueduto das Águas Livres Aqueduto

Aqueduto Aguas (literalmente - "aqueduto de águas livres") é considerada uma das estruturas mais interessantes em Lisboa. Esta impressionante estrutura de engenharia faz parte do sistema de abastecimento de água da capital e atravessa o vale de Alcântara na parte noroeste da cidade.

Informações gerais

O aqueduto é composto por 35 arcos, dos quais 21 arcos têm uma forma semicircular, 14 - um pontudo, o mais alto dos quais é de 62 metros e 33,7 metros de comprimento. O aqueduto não foi danificado durante o terremoto de Lisboa em 1755, precisamente por causa de sua construção. O comprimento do aqueduto - 941 metros. Basicamente, ele vai para o subsolo e, de tempos em tempos, chega à superfície em forma de arcadas grandiosas.

O aqueduto foi construído durante o reinado de Juan V, que era famoso por seu amor por tudo grandioso e majestoso. A aparência do aqueduto resolveu o problema da escassez de água na cidade, que foi particularmente aguda no verão. A construção começou em 1731 e o trabalho durou décadas. Supervisionou a construção do engenheiro português Manuel de Maya. O teste de força para o aqueduto Aguas Librish foi um terremoto, como resultado de que em 1755 uma parte significativa das estruturas arquitetônicas de Lisboa foi destruída.No entanto, a criação de Maia praticamente não sofreu nenhum dano significativo, continuando a distribuir a água que antes se acumulava no reservatório de Mae Aguash para os distritos.

Até meados do século XIX, uma passagem para pedestres foi aberta no aqueduto. Mas depois que o conhecido assassino Diogo Alves empunhou (roubou as vítimas e as jogou no chão), assim como os casos de suicídio aumentaram, a passagem de pedestres foi fechada. Hoje, o aqueduto está aberto apenas a grupos organizados que concordam em uma visita guiada com antecedência.

Endereço: Calcada Quintinha, 6. Para os turistas, a entrada do aqueduto Aguas Librish é organizada através de um jardim chamado Jardim do Aqueduto.

Horário de funcionamento: segunda a sábado: das 10:00 h às 18:00 h.

Admissão: 2,50 euros.

Torre de Belém (Torre de Belém)

Torre de Belém - uma estrutura fortificada localizada no rio Tejo na área do mesmo nome em Lisboa. Foi construído em 1515-1521 por Francisco de Arruda em homenagem à descoberta por Vasco da Gama da rota marítima para a Índia e, por sua vez, foi servido por uma pequena fortaleza defensiva, um depósito de pólvora, uma prisão e costumes. Durante todo o período de sua existência, nunca foi usado para o propósito pretendido, isto é, como uma fortificação defensiva. A Torre de Belém tornou-se um símbolo da época das grandes descobertas geográficas de Portugal e do emblema da sua capital. Ela foi o ponto de partida para muitos marinheiros em longas viagens e a última coisa que viram antes de velejarem. Torre de Belé é nomeada uma das sete maravilhas de Portugal e, juntamente com o mosteiro próximo de Gironimos, está listado como Património Mundial da UNESCO.

História e lenda

Diz a lenda que uma vez que o rei de Portugal, Manuel I, queria determinar qual dos dois animais era mais forte que um rinoceronte ou um elefante. A competição, que deveria ser realizada nos portões de Lisboa, não ocorreu, porque o elefante, assustado, fugiu do campo de batalha. Assim, o rinoceronte tornou-se o vencedor, e decidiram apresentá-lo como um presente ao Papa Romano, em agradecimento pela bênção dos marinheiros portugueses pela Igreja Católica, que partiu em uma perigosa viagem a países inexplorados distantes.

O navio, que deveria entregar um presente ao papa, afundou. Mas os escultores erigiram um monumento em sua homenagem, que tinha a aparência de uma cabeça de pedra de rinoceronte. Esta escultura serviu de modelo para o trabalho de Albrecht Dürer. E hoje, a pintura de Durer está na lendária Torre de Belen. Esta torre foi construída pelo arquiteto Francisco di Arruda no período de 1515 a 1521. Este arquiteto também trabalhou nas fortificações de Portugal no Marrocos, portanto, o estilo mourisco está presente na arquitetura da Torre de Belém. Desde 1580, quando a torre pertenceu ao duque espanhol, a torre foi usada como prisão para prisioneiros políticos. No entanto, de acordo com algumas fontes, uma sala muito pequena foi fornecida para os prisioneiros, e a área principal dos porões foi usada como depósito.

Durante as Guerras Napoleônicas, a Torre foi quase destruída pela metade, mas em 1845 foi completamente reconstruída.

Arquitetura

A Belen Tower possui quatro andares e sua altura é de 35 metros. Construído em estilo manuelino, típico do renascimento de Portugal. Junto a isso, destacam-se as características orientais da decoração, como uma corda de pedra, paredes circunvizinhas, motivos heráldicos e o famoso rinoceronte, que se tornou a primeira imagem escultural desse animal na Europa.

A mais decorativa é a fachada do sul, com uma loggia em estilo veneziano, decorada com finas esculturas em balaustradas de calcário. No terraço interno é um pequeno mosteiro do século XVIII com as estátuas da Mãe de Deus - um símbolo da proteção dos marinheiros na natação.

Uma vez dentro da torre, que consiste em várias salas, você pode subir ao andar superior, oferecendo uma maravilhosa vista panorâmica da boca larga do rio e da parte ocidental de Lisboa.

Informação útil

A Torre Belen está aberta todos os dias, exceto segunda-feira das 10h00 às 18h30 de maio a setembro e até às 17h00 de outubro a abril.
Custo: 4 € (grátis com mapa de Lisboa).
Localizado em 5 min. a pé da parada de bonde número 15 "Largo Princesa".

Basílica da Estrela

Basílica da Estrela - uma das igrejas mais bonitas de toda a Europa, bem como a atração turística mais popular, famosa pela arquitetura de Lisboa. Este majestoso templo, construído no século XVIII, é a primeira catedral construída em honra do Sagrado Coração de Jesus. Basílica da Estrela está localizada em uma colina na parte ocidental de Lisboa. Sua enorme cúpula é perfeitamente visível de todas as áreas da cidade.

História

A rainha Mary І uma vez durante o seu casamento prometeu construir um magnífico templo em Lisboa para as freiras da Ordem dos Carmelitas Descalços, se o Deus misericordioso lhe desse um herdeiro. Algum tempo depois, o filho de José, Príncipe do Brasil, nasceu para Maria de Portugal, e em 1779 começou a construção do templo do Senhor.

O desenvolvimento do exterior e do design da basílica foi confiado a dois eminentes arquitetos - Mateus de Oliveira e Reinaldo dos Santos.

O desejo da personagem coroada foi levado a cabo exatamente - uma estrutura surpreendente apareceu na capital com uma parte projetando arqueada, colunas, baixos-relevos e torres de sino gêmeas. Na cúpula há uma torre com uma cruz, que começou a servir de guia para muitos viajantes.

Infelizmente, no momento da conclusão do trabalho em 1790, o príncipe José, em honra de quem a construção em larga escala foi realizada, já havia sido enterrado depois de dois anos após sua morte por varíola, sofrida aos 27 anos de idade. Após a morte da rainha, seu corpo foi transferido com as devidas honras para o túmulo da basílica, onde é mantido até hoje.

Arquitetura

A construção da Basílica da Estrela foi confiada a dois arquitectos: Reinaldo dos Santos e Mateus de Oliveira, que construíram uma incrível obra-prima da arquitectura de Lisboa. A impressionante arquitetura da basílica combina o estilo barroco e o estilo neogótico da fachada do edifício.

A fachada em si consiste em três partes: a parte central protuberante na forma de arcos é dividida em colunas, fusts e capitéis. A arquitetura da fachada é perfeitamente complementada pelas estátuas de santos anjos iluminados pelos raios do sol, seis alegorias, baixos-relevos e dois campanários idênticos localizados ao longo das bordas. A cúpula central e as torres geminadas estão rodeadas por um terraço, o que proporciona a oportunidade de admirar uma bela vista de Lisboa.

As paredes e o chão no chão são de mármore na forma de um belo ornamento geométrico composto de cores brancas, rosa e preto. Toda essa magnificência da arquitetura é iluminada pelos raios do sol através das janelas da cúpula e apresenta uma visão surpreendente. A própria cúpula da Basílica da Estrela é coroada com uma torre com uma cruz e é visível a muitos quilómetros de qualquer parte da cidade.

Decoração de interiores

A Basílica da Estrela em Lisboa guarda os restos mortais da rainha Maria, cuja tumba se encontra no transepto à direita. Sua lápide é feita de mármore combinando branco e preto. Há também belas pinturas de Pompeo Batoni, um artista neoclássico italiano, que adornam este templo de arquitetura em Lisboa. A admiração dos paroquianos e faz com que a criação de uma obra surpreendentemente bem - a cena do nascimento de Cristo. Para criar essa toca, Mashadu di Castera precisava fazer cerca de quinhentas pequenas figuras de cortiça e terracota.

Como chegar

A rota do bonde turístico mais popular número 28 (parada Estrela) passa ao longo da basílica.

Jardim Zoológico de Lisboa (Jardim Zoológico)

Zoológico de Lisboa se não o maior, então um dos melhores da Europa. Contém mais de 2.000 animais de 332 espécies diferentes e o parque é de 94.000 m². Uma variedade de animais exóticos vivem aqui: girafas, hipopótamos, rinocerontes, crocodilos, camelos, várias espécies de macacos. Aqui você não vai ver os animais torturados em gaiolas apertadas, porque para todos os moradores do zoológico de Lisboa criou condições ideais, perto do natural.Este é um dos poucos zoológicos do mundo onde você pode ver um animal tão raro quanto um tigre branco.

Informações gerais

O zoológico de Lisboa foi criado há mais de cem anos. Na sua origem estava o Dr. Van Der Lana - o dono do maior aviário. Como resultado, Lisboa recebeu um excelente zoológico, cuja coleção foi reabastecida pelas antigas colônias de Portugal.

Ao longo dos caminhos do parque, juntamente com os visitantes, é importante sair de pavões elegantes, às vezes mostrando uma cauda brilhante que foi descartada no ventilador. No entanto, isso é típico de muitos zoológicos europeus, cujo princípio principal é a disponibilidade de animais. Para conhecê-los melhor, as pessoas vêm aqui. A girafa do jardim zoológico de Lisboa é cercada pelo público por uma pequena cerca pela qual o animal ocasionalmente se inclina na esperança de mastigar um gramado fresco ou chapéu de um turista que está olhando. Barreiras significativas - apenas as mais selvagens e desenfreadas. Outros animais são livres para passear pela área.

O show de golfinhos e focas merece atenção especial, porque Um programa tão rico e interessante em poucos lugares que você pode ver. E os abraços de um leão marinho são simplesmente impossíveis de esquecer. Todo o Zoo de Lisboa está dividido em várias zonas temáticas, nas quais a maioria dos animais simplesmente anda pelo seu território e apenas alguns animais perigosos são mantidos em aviários. O terrário surpreende com uma abundância de répteis e anfíbios surpreendentes.

Centenas de pássaros voam na Floresta Mágica, e papagaios engraçados mostram todos os seus truques com prazer.

No zoológico de Lisboa existe um parque de diversões Animax com um grande número de atrações. Todos podem escolher por si próprios, e os visitantes mais jovens estarão interessados ​​em uma “pequena fazenda”, na qual vários vegetais e frutas crescem. A criação desta mini-fazenda é feita para que as crianças da cidade saibam de onde vêm as hortaliças e frutas em suas mesas.

Leão no parlamento

Mas houve momentos difíceis no zoológico. Na segunda metade do século XX, após o fim da guerra colonial portuguesa, as antigas colônias deixaram de fornecer animais exóticos aos zoológicos de Lisboa. E deu um golpe muito sério. Apesar do fato de que a coleção continuou a se expandir, os volumes anteriores não foram alcançados.

Como regra geral, antes de um passo à frente, geralmente há uma crise financeira. Uma situação semelhante ocorreu no final dos anos 90 do século passado e o governo português decidiu limitar o financiamento de muitos objetos, incluindo o zoológico de Lisboa. Mas não foi por acaso que as suas raízes vieram de pessoas que conseguiram ultrapassar quaisquer dificuldades, e o director do Zoo de Lisboa era uma dessas pessoas. Percebendo que ele precisava de uma nova maneira de forçar o governo a alocar dinheiro para o zoológico, ele trouxe um tigre e um leão para a reunião do parlamento. Esta medida deu frutos e o Jardim Zoológico de Lisboa conseguiu manter a sua posição e, mais importante, os seus habitantes.

Foi graças a pessoas dispostas a correr riscos por causa de sua criação que Lisboa conseguiu preservar e aumentar a magnífica coleção de animais selvagens. E legitimamente manter o título de um dos melhores zoológicos da Europa.

Movendo-se pelo zoológico

Uma das características do Zoo de Lisboa é o teleférico, que percorre todo o território, permitindo aos visitantes visualizá-lo a partir de uma altura. E, assim, determinar suas rotas. Afinal, no zoológico de Lisboa, você pode admirar golfinhos, conhecer animais e dar um passeio, admirando a rica vegetação. Girafas com pescoços longos alcançarão a mão e macacos barulhentos gritam ao longo de árvores gritando.

Se tem medo de altura, ou simplesmente prefere não levantar do chão, então, no território do jardim zoológico de Lisboa, corre um comboio divertido, cuja rota percorre todos os locais reservados.

Informação prática

Horário de trabalho: 21 de setembro a 20 de março: das 10:00 h às 18:00 h, de 21 de março a 20 de setembro: das 10:00 h às 20:00 h. Apresentações com a participação de golfinhos são realizadas várias vezes ao dia. No verão: 11:00, 15:00 e 17:00, no inverno: 11:00 e 15:00.

Entrada: EUR 18,50, crianças dos 3 aos 11 anos: EUR 13, crianças menores de 2 anos: grátis.

Você pode chegar ao zoológico pelos ônibus nº 16, 31, 54, 70, 96, bem como em rotas como 701, 726, 746, 755 e 758. A parada onde você precisa sair é Jardim Zoológico.

Museu Marítimo de Lisboa (Museu de Marinha)

Museu Marítimo de Lisboa - um museu único dedicado ao mar, navios e descobertas geográficas portuguesas. Ocupa uma parte na ala ocidental do mosteiro dos Jerónimos (juntamente com o Museu Nacional de Arqueologia), bem como um edifício moderno ao norte do mosteiro. A exposição do museu marítimo contém mais de 17 mil exposições, incluindo réplicas de navios e navios de caravelas a cruzadores, elementos de navios, a forma de marinheiros e oficiais portugueses, barcos reais em tamanho natural e telas pitorescas sobre o tema marinho.

Informações gerais

Para muitos, é estranho ter um museu dentro das paredes do mosteiro, mas segundo uma lenda local, o principal explorador marítimo de Portugal - Vasco da Gama, rezou aqui antes de ir para a Índia. O Museu Marítimo de Lisboa foi fundado em 1863 pelo rei Luis, ele tinha um interesse pessoal na história marítima do país e procurou preservar sua herança. Infelizmente, a coleção original, composta por muitos modelos históricos de navios dos séculos XVI e XVII, não foi preservada até hoje.

Em 1916 houve um incêndio, devido ao qual todas as exposições foram destruídas. O museu foi revivido apenas em 1948, graças a Enrique de Ceychas. Em seu testamento póstumo, ele ordenou a transferência de toda a sua impressionante coleção para o museu.

Agora, visitando o Museu Marítimo de Lisboa, você pode ver uma grande coleção, que é amplamente dedicada à era das descobertas geográficas. Tempo, quando o navio Português arou as extensões dos oceanos e mares, descobrindo novas terras. Consiste em modelos em escala de vários navios, armas, globos, pinturas navais, uniformes dos marinheiros e muitas outras ferramentas e elementos.

O modelo principal da exposição é considerado o carro-chefe de San Gabriel, o famoso Vasco da Gama, onde fez sua primeira viagem de sucesso para descobrir o caminho para a Índia, contornando a África. E o mais antigo é a estatueta do Arcanjo Rafael, que estava presente nesta expedição.

Destacam-se também as barcaças cerimoniais, uma das quais foi construída para a rainha Maria I. A barcaça foi equipada com oitenta remadores, decorados com esculturas em relevo e ornamentos dourados. Levou muito tempo passageiros notáveis.

Atrai visitantes da cabine real, tirada do iate Queen Amelia, que recriou completamente os aposentos reais. Um quarto com o navio de porcelana representado nele e um globo antigo feito pelo famoso mestre William Janz Bloun merece atenção.

O lendário navio, a fragata à vela Fragata D. Fernando II e Gloria, pertence também ao Museu Marítimo de Lisboa. O navio está atracado no rio Tejo e também está aberto para turistas.

Informação útil

Endereço: Lisboa, Praça do Império.

Horário de funcionamento: terça a domingo: das 10:00 às 17:00, segunda-feira: dia de folga.

Entrada: EUR 5, para crianças menores de 18 anos de idade e os visitantes com 65 anos recebem um desconto de 50%.

No dia da comemoração da Marinha Portuguesa, e é comemorado todos os anos no dia 20 de maio, a entrada no museu é gratuita para todos.

Você pode chegar ao Museu Marítimo de Lisboa através dos ônibus 727, 729 e 751. A parada certa é o Centro Cultural De Belém.

Museu da Marioneta

Museu de Marionetes de Lisboa representa uma das coleções mundiais mais significativas de bonecas de teatro. A base da coleção é composta por fantoches - personagens de antigas performances e óperas do Portugal medieval. Eles são complementados por bonecas trazidas de outros países do mundo. Aqui você pode ver fantoches feitos em diferentes técnicas, bem como máscaras teatrais e de máscaras de vários tipos. O museu está localizado em um belo e histórico edifício do antigo mosteiro de Bernardas.A coleção do museu de marionetes contém cerca de quatro mil exposições de mais de 30 países do mundo.

Informações gerais

A exposição do museu é inteiramente dedicada à história dos teatros de fantoches e marionetes. Alguns bonecos em forma de figuras de cavaleiros, princesas, palhaços e até diabos remontam aos séculos XVII-XVIII. Além das marionetas tradicionais de Portugal, o museu exibe a famosa coleção de fantoches e máscaras africanas e asiáticas do colecionador Francisco Capelo. Além disso, os visitantes do museu podem ver máscaras e fantoches orientais de lugares exóticos como as ilhas de Java e Bali, Tailândia, Índia, Sri Lanka, Vietnã, Japão e China. Há entre as exposições e bonecas tradicionais russas e fantoches da Sicília. O destaque do museu é uma coleção de artefatos de famosas famílias de bonecos europeus e portugueses.

Os salões do museu estão equipados com displays interativos que permitem a visualização de vídeos. Os filmes trazem aos visitantes rituais antigos, performances, carnavais, feriados populares e outras apresentações que usam bonecas. O museu de fantoches de Lisboa dá uma ideia visual do desenvolvimento das tradições teatrais nacionais nos países europeus, da conexão harmoniosa entre arte e valores familiares.

O museu tem uma sala especial para crianças, onde podem brincar com as bonecas.

Informação útil

Endereço: Rua Esperanza 146, 1200 Lisboa, Portugal.
Horário de funcionamento: de terça a domingo das 10: 00h às 13: 00h e das 14: 00h às 18: 00h, a entrada pára por 30 minutos. antes do museu fechar.
Custo: 5 €, bilhete familiar (2 adultos e 2 crianças) - 12 €, para crianças dos 6 aos 14 anos, estudantes com menos de 25 anos, reformados e grupos - 3 €, para crianças dos 2 aos 5 anos - 1,5 €, para crianças menores de 2 anos - grátis. Entrada gratuita para todas as categorias aos domingos antes do almoço.
Como chegar ao Museu de Marionetes de Lisboa: utilize os autocarros 706, 713, 714, 727; bonde número 25.
Condições de visita: espectadores atrasados ​​e pessoas com animais de estimação não são permitidos (exceto cães-guia).
Restrições: é proibido fumar, beber, comer, tirar fotos, vídeo sem permissão.
Telefone: +351 213 942 810

Praça do Comércio

Prasa do Comercio - uma das maiores praças da Europa (ocupa 3,5 hectares), localizada na capital de Portugal - Lisboa. Localizado no local do Palácio da Ribeira, destruído em 1755 por um terremoto. Da Praça do Comércio, significa "espaço comercial".

Informações gerais

Foi neste local, no século XV, que o rápido desenvolvimento de Lisboa começou como ponto de partida de grandes descobertas geográficas. A praça era então chamada de Palácio, já que o primeiro edifício era o palácio real da Ribeira. Depois veio a construção do porto, estaleiro, Casa da Índia e outros prédios administrativos relacionados ao comércio marítimo internacional, e isso deu impulso ao desenvolvimento dessa área pelo rio. Proximidade com a água e destruição da Praça do Palácio - durante o terremoto, seus edifícios foram literalmente varridos por terremotos e uma rajada de água.

Este palácio abrigou a mais rica biblioteca com mais de 70 mil livros e centenas de obras de arte, incluindo pinturas de Ticiano, Rubens e Caravaggio. Documentos raros foram mantidos no Arquivo Real sobre a exploração do oceano mundial e terras distantes e, em particular, sobre a descoberta do Brasil. A maioria desses produtos mais valiosos da criatividade e do conhecimento humano foi perdida durante o terremoto de Lisboa. A reconstrução subsequente da cidade mudou muito essa área.

A restauração do país após o devastador terremoto foi confiada ao primeiro-ministro de Portugal, Sebastien Pombal, que fez da Praça do Coméric um dos principais elementos do plano da cidade. Ele deu uma forma simétrica e projetou no estilo do Iluminismo. A praça revivida tornou-se um novo centro político e comercial da capital.

Os prédios que cercam a praça até hoje abrigavam bancos, ministérios e outras organizações governamentais. Também abriu, mais tarde, o lendário café, que chegou até hoje sob o nome de "Martinho da Arcada".

O lado sul da Praça do Comércio está voltado para o Tejo. Durante séculos, o cais Kais-das-Kolunash foi o principal cais de Lisboa, que recebeu os reis e os mais ilustres convidados do país. Degraus de mármore do cais são emoldurados por duas colunas de canto.

Por outro lado, a Praça do Comerciu é cercada por prédios com um design similar: o primeiro andar é equipado com galerias de fliperama, o segundo é decorado com varandas com grades de ferro e um mezanino. Do lado norte da Praça do Comércio, através do Arco do Triunfo, você pode ir para a rua principal do bairro Baixa - Rua Augusta. O arco de luxo é suportado por cachos de colunas e complementam as estátuas de Glória, Coragem e Inventividade. A construção do arco foi iniciada em 1775 e durou cem anos.

Nas laterais da praça erguem-se duas torres que repetem o famoso edifício erguido sobre o Palácio Real por ordem de Filipe I de Portugal (1581).

No centro de Prasa do Comersio de 1775 ergue-se a estátua equestre do rei José I, período em que a praça estava sendo construída. Nos últimos séculos, o monumento de bronze foi coberto com uma pátina verde.

Mas a praça lembra não só o terrível terremoto do século XVIII, mas também o regicídio: em 1º de fevereiro de 1908, o técnico do penúltimo rei de Portugal, Carlos I, foi baleado por ativistas do Partido Republicano. Durante a tentativa de assassinato, o rei morreu no local, o seu herdeiro Luis Filipe foi mortalmente ferido, e o príncipe Manuel, o futuro último rei de Portugal, foi ferido no braço.

Teatro San Carlos (Teatro Nacional de São Carlos)

Teatro San Carlos - a principal casa de ópera de Lisboa. Foi fundada em 1793 com o dinheiro de ricos comerciantes portugueses que vendiam diamantes e tabaco brasileiros. A construção do novo prédio durou cerca de 8 meses, projetada pelo arquiteto José da Costa e Silva.

Destaques

O teatro está localizado no Chiado, o centro histórico de Lisboa, que é também o bairro mais antigo da cidade.

Vários detalhes arquitetônicos foram emprestados dos teatros italianos: o Teatro de Nápoles de San Carlo e o Milan La Scala. A fachada principal do teatro é decorada com belos relógios decorativos e o emblema nacional de Portugal. A entrada do teatro era um pórtico com três arcos.

Uma fundação simples sustenta os três arcos da entrada principal, acima dos quais estão quatro colunas da ordem dórica, e a composição geral é bastante comum e elegante. O interior do teatro foi projetado pelos mestres italianos Apiani e Mazzoneski. O luxuoso auditório, projetado para 1200 visitantes, tem cinco andares com varandas e também inclui um lugar VIP - uma caixa real ricamente decorada.

O teatro foi nomeado após a nobre princesa da Espanha Charlotte, que veio para Portugal em 1790, a fim de se casar com o futuro rei príncipe Juan.

Quando a guerra civil em Portugal chegou o teatro foi fechado, e abriu já em 1850. O teatro foi realizado muitos trabalhos no edifício. De 1935 a 1940, o Teatro San Carlos também foi fechado para restauração.

O repertório do teatro San Carlos ao longo de sua história foi dominado por compositores italianos e sentiu a influência da escola de ópera italiana. A primeira ópera, encenada no teatro em 1793, foi "Ballerina in Love" de Domenico Cimaroza. A encenação mais famosa do século XX foi a "La Traviata" de Verdi (1958) com a participação de Maria Callas.

Em 1970, uma trupe permanente foi estabelecida e, em 1993, uma orquestra sinfônica de Portugal foi estabelecida no teatro.

Hoje, o teatro de San Carlos não está indo tão bem (de acordo com relatos da mídia, o orçamento foi severamente restringido pela instituição), mas o teatro faz estréias decentes a cada temporada. O Teatro San Kalush de hoje tem um elenco permanente e sua própria orquestra sinfônica.

Informação útil

O ponto de ônibus mais próximo do Teatro San Carlos, em Lisboa, é chamado Chiado, e a rota 28E passa por aqui.

Endereço: Lisboa, Rua Serpa Pinto, 9.

Horário de funcionamento da bilheteria: diariamente: das 13:00 h às 19:00 h.

Igreja de Santa Engracia (Panteão Nacional de Portugal)

Igreja de Saint EnrasTambém chamado de Panteão Nacional de Portugal - uma das mais impressionantes obras de arquitetura de Lisboa, referindo-se ao barroco português. A igreja de Saint Engrasia é uma magnífica estrutura de mármore rosa com uma enorme cúpula. Do telhado na base da cúpula, a uma altura de 80 metros da plataforma de observação, você pode ver a cidade e o rio Tejo. O pórtico da entrada principal da igreja é suportado por quatro colunas. A distribuição do espaço interno da igreja corresponde ao esquema clássico da cruz grega com quatro naves, conectando-se na forma de um semicírculo.

História

A igreja foi construída no século XVII. Nos anos setenta. Nos três séculos seguintes, a igreja foi constantemente reconstruída. Portanto, havia um ditado “o trabalho da santa Engrasia”, que, em linguagem comum dos lisbo- ses, significa adiar indefinidamente o trabalho. A Santa Engrácia substituiu muitas outras igrejas dedicadas à mártir da cidade de Braga (Braga) a St. Engras, sendo a primeira igreja deste tipo construída em 1568 com donativos da princesa Maria, filha do rei Manuel primeiro. Em 1681, após a destruição dos edifícios anteriores, começou a construção de um novo edifício. O arquitecto real João Antunes, uma das figuras mais significativas da arquitectura barroca portuguesa, tornou-se o autor do novo templo.

Por 30 anos, de 1682 até a morte do arquiteto em 1712, a construção do edifício continuou. No entanto, o rei João V perdeu todo o interesse pela igreja, concentrando todos os seus recursos e esforços na construção de um enorme mosteiro na cidade de Mafra. Até o século 20, a igreja nunca foi concluída. Ao mesmo tempo, a expressão "construção de Santa Engrácia" - sinônimo de trabalho longo ou sem fim. Em 1966, quando a cúpula foi adicionada à igreja. Ela solenemente abriu.

João Antunisch usou um design único para a igreja, que ninguém em Portugal tinha usado antes. O teto da igreja tem a forma de uma cruz grega, ao longo das bordas são torres quadradas, cujas cúpulas nunca foram terminadas, e a fachada ondulante foi executada no estilo barroco de Borromini. Acima da entrada é um salão, cuja fachada tem nichos com estátuas. Entrando na igreja, você passa por um belo portal barroco, acima do qual dois anjos seguram o brasão de armas de Portugal. O arco da igreja central foi concluído apenas no século XX.

O interior da igreja está em harmonia com o exterior. O piso e as paredes são decorados com padrões de mármore multicoloridos, todos no mesmo estilo barroco. O incrível órgão do século XVIII foi especialmente trazido da Catedral de Lisboa.

Em 1966, durante o reinado do ditador António de Oliveira Salazar, a igreja de Santa Englácia tornou-se o Panteão Nacional. Muitas crianças conhecidas, presidentes, escritores e muitos outros estão enterrados aqui. E em honra dos famosos navegadores (Vasco da Gama, Henrique, o Navegador, etc.) foram construídos cenotaphs.

Jerónimos (Mosteiro de Hieronymus)

Vendo o mundialmente famoso mosteiro de Hieronymus, Jeronimos, o poeta português Fernando Pessoa exclamou com sentimento: "Este é um poema em pedra que todos devem ver para recordar por toda a vida!"

Informações gerais

Fernando Pessoa estava certo. Nada melhor do que visitar este complexo mosteiro em Lisboa. Os Jerónimos foram construídos de acordo com a promessa de Manuel I. Se Vasco da Gama regressasse em segurança da Índia, o rei prometeu construir um mosteiro junto ao mosteiro construído pelo antigo patrono do Gama, o Infante D. Henrique.

Para que o famoso viajante não fosse mudado pela sorte, Manuel não impediu a construção de uma grande torre de farol no porto mais próximo, na foz do rio Tejo. O Mosteiro dos Jerónimos e a torre foram incluídos na lista do Património Mundial da UNESCO.

No início do século XVI, quando a era das descobertas geográficas começou a florescer, Portugal estava no auge do seu poder. Pioneiros como Vasco da Gama e Pedro Alvarez Cabral araram as águas dos oceanos. Lisboa, uma cidade na foz do Tejo, tornou-se a porta para o Novo Mundo, para a dominação mundial do rei D. Manuel I, o Bem-aventurado.Ele nunca foi um diplomata, mas sonhava com poder e glória. Nos seus sonhos, Portugal tornou-se o soberano do mundo e, tentando demonstrar a cada um a força do seu país, Manuel tornou-se inconscientemente um dos construtores mais activos da Europa.

Em 1516 ergue Torri de Belém, a torre de Belém - um farol fortificado na foz do rio Tejo. Afinal, foi do porto de Lisboa que seus marinheiros partiram para longas viagens. Eles retornaram a este porto em navios cheios de tesouros exóticos e especiarias, e os levaram a luz de um farol construído para eles por seu mestre. Graças às suas fortificações, a Torre de Belém serviu de fortaleza na defesa da capital de Portugal. Afinal, à medida que a riqueza e o poder de Portugal cresciam, mais e mais piratas atraíam seu porto principal, seduzidos pelo brilho do luxo.

Para trabalhar no projeto da torre, Manuel convidou o mais experiente e talentoso pedreiro, que conhecia bem as características das fortificações e o delicado gosto de seu formidável rei. Como resultado, as linhas poderosas do objeto militar foram atenuadas por elementos decorativos e motivos emprestados de diferentes partes do mundo.

Jeronimush é justamente considerado uma das maravilhas da arquitetura mundial. Quando Vasco da Gama realmente retornou em segurança de sua viagem para a Índia e trouxe de volta uma carga completa de especiarias e outras coisas sem precedentes, Manuel I imediatamente ordenou o início da construção. Ele recebeu dinheiro da venda de especiarias entregues por Vasco da Gama ao seu rei.

Cronologia

  • 1502: Construção iniciada por ordem de Manuel I.
  • 1515-1521: A torre de Belém foi construída.
  • 1517: Um monumental portal oriental foi construído com uma estátua ajoelhada de Manuel I.
  • 1894: Na capela de Almeida da Garrett, ergue-se uma lápide de Vasco da Gama, enterrada nas paredes do mosteiro.
  • 21 de dezembro de 1918: fugindo dos assassinos, o presidente de Portugal Sidonio Pais encontra sua morte perto do túmulo de Vasco da Gama.

Mafra City

Mafra - uma cidade em Portugal, fundada em 1189, o centro do mesmo concelho no distrito de Lisboa. Localizado no noroeste da capital, a 6 km da costa do Atlântico.

Vistas

O conjunto monástico em Mafra, construído em 1707-1750, surgiu como resultado do projeto grandioso do rei Joan V. Em honra do nascimento do herdeiro, ele decidiu realizar seu sonho ambicioso - ofuscar o Escorial espanhol. No romance artístico de José Saramago "A memória do mosteiro" (1982), afirma-se que mais de 50 mil pessoas participaram na construção do mosteiro, forçado a sair de Portugal. A construção colossal de ouro e diamantes vindos do Brasil foi paga. Por detrás da fachada principal, com 220 m de comprimento, existem 880 quartos, dificilmente habitados. Todo o complexo cobre uma área de 40 mil metros quadrados, e a basílica de mármore do castelo é comparável em tamanho à catedral.

Sob a orientação do alemão Johann Friedrich Ludwig e de outros arquitetos estrangeiros, uma geração de construtores e artistas portugueses cresceu na oficina de arquitetura de Mafra, incluindo o maior escultor Joaquim Machado de Castro. Todo o complexo imponente é simetricamente agrupado em torno da basílica. As alas do palácio ao lado da basílica são concluídas nos cantos com torres quadradas com cúpulas largas de forma simplificada bulbosa. As instalações mais interessantes do mosteiro são a farmácia, hospital, dormitório e cozinha, mas, claro, o primeiro lugar deve ser dado à biblioteca com 30 mil volumes, incluindo a primeira edição do poema épico "Lusiad" de Luis de Camões.

Também conhecido parque - reserva da Tapada Nacional de Mafra. Foi criado em Mafra durante o reinado do rei Juan V, como um parque de recreação real. O território do parque é de 8 km quadrados. O parque contém várias espécies de veados, javalis, raposas, aves de rapina e muitos outros animais que existem em um habitat natural extraordinariamente rico e diversificado no parque. O parque também está aberto para caminhadas, ciclismo, equitação, tiro com arco e bestas.

Palácio de Mafra (Palácio Nacional de Mafra)

Para o modesto Portugal, a escala e a extravagância do mosteiro e do palácio Mafralocalizado a 40 km a noroeste de Lisboa é simplesmente incrível. O magnífico palácio foi construído em 1711 pelo rei Johan V em homenagem ao nascimento de seu primogênito muito aguardado. Após três anos de casamento, o rei teve uma filha, a princesa Maria. Construção levou 18 anos, mais de 50 mil pessoas trabalhavam no canteiro de obras. Este projecto custou uma soma astronómica, e em Portugal diz-se que João transformou diamantes brasileiros em pedras de Mafra.

A basílica tem seis órgãos e dois carrilhões de 112 sinos, os maiores do mundo. Mas a principal pérola de Mafra é a biblioteca monástica. Sob o teto abobadado do precioso piso de madeira, as estantes de livros continham 40 mil livros. Esta é a maior biblioteca de quarto individual em Portugal.

Cabo da Roca (Cabo da Roca)

Cape Roca é o ponto mais ocidental da Europa continental. A cidade mais próxima - Lisboa - está localizada a 40 km daqui. Cabo refere-se ao Parque Nacional Sintra-Cascais. A altura do penhasco é de 140 m acima do nível do Oceano Atlântico. Anteriormente, era chamado o cabo de Lisboa. Este é um ótimo lugar para se sentir à beira do mundo, apreciar o som das ondas e paisagens deslumbrantes.

Cape Roca

Lugares ideais para fotos

Cabo Roca é popular entre os turistas como uma excelente plataforma para posar em fotografias: aqui o oceano furioso funde-se com o céu azul. É difícil encontrar um plano de fundo melhor para fotos impressionantes. Aqueles que desejam fazer o máximo de imagens interessantes são recomendados para prestar atenção aos seguintes pontos turísticos.

Pedra, pedras, pedra, stela, antigas, farol pedra, stela, prato
  • Pedras de pedra. Os blocos criados pela natureza lembram um urso com filhotes. Segundo a lenda local, quando a terra estava completamente coberta de gelo, uma família de ursos vivia perto do oceano. Com o início do degelo, os deuses ordenaram que os animais encontrassem outro lugar para morar. Por causa de sua recusa, os poderes superiores ficaram zangados e transformaram os ursos em pedras.
  • Farol antigo. Foi criado em 1756, mas continua a cobrir regularmente o caminho dos marinheiros até hoje. Em dias de sol a partir daqui você pode ver outra estrutura semelhante, localizada ao norte de Cape Roca.
  • Estela de pedra. A placa mostra as coordenadas da área e as palavras do poeta português Luis Camoens: "Aqui a terra acaba e o mar começa". Esta expressão é bastante popular entre os povos indígenas do país.

Enormes extensões de água criam uma ilusão de proximidade das ondas. A altura especificada da capa não é absolutamente sentida aqui, mas você não deve se iludir, porque esse lugar é realmente perigoso. Perto das áreas mais arriscadas existem cercas especiais. Infelizmente, eles são freqüentemente ignorados pelos amantes de sensações extremas. Muitos turistas estão tentando se aproximar do penhasco em busca do ângulo mais bem sucedido. Tendo decidido tirar uma foto única, não se esqueça da triste experiência dos cônjuges da Polônia, que caíram bem ao tentar tirar uma foto na frente de seus filhos.

Panorama de Cape Roca Vista do antigo farol

Informação útil para turistas

A maneira mais fácil de chegar até aqui é das cidades mais próximas - Lisboa e Sintra. Turistas experientes recomendam combinar uma excursão à capital portuguesa com uma visita ao Cabo da Roca. Você terá que superar uma distância curta, então a viagem de ônibus não levará mais do que meia hora. É melhor vir aqui cedo de manhã para ter a chance de desfrutar plenamente da natureza. A partir das 11 horas, multidões de turistas começam a acumular-se aqui, dificultando a percepção da magnificência da atmosfera. Se você dirige seu próprio carro, tenha em mente que, no período da tarde, as vagas de estacionamento provavelmente estarão ocupadas.

Na costa do cabo Roca

Especialmente para os viajantes não muito longe de Cape Roca, um restaurante e uma loja de souvenirs foram abertas.Por isso, depois de uma visita ao “fim do mundo”, terá uma excelente oportunidade para experimentar pratos da cozinha nacional portuguesa. Então não se esqueça de ir à loja, que vende certificados de permanência no Cabo. Depois de fazer um pagamento de 15 euros, você será dado um certificado de visitar um dos lugares mais magníficos do mundo. É permitido inserir os nomes de vários participantes da viagem em uma folha de cada vez ou receber papéis separadamente. Uma estação de correios está localizada nas proximidades.Usando seus serviços, você terá uma oportunidade única de enviar uma mensagem para seu próprio povo da extremidade da Terra.

Cidade de Penakova

Penakova A população é de 3,6 mil habitantes (assentamento), 16,9 mil habitantes (município), sendo a vila e o município incluídos na região econômica e estatística da região central e da sub-região Baixu-Mondegu. Segundo a antiga divisão administrativa, a Penakova fazia parte da província da Beira-Litoral. A cidade é patrocinada pela Virgem Maria (porto. Maria). Celebração da cidade - 17 de julho.

Localização

O assentamento está localizado a 14 km a nordeste do centro administrativo do distrito da cidade de Coimbra.

As fronteiras do município:

  • no norte - o município de Mortagua, Santa Comba Dan
  • no leste - o município de Tabua
  • no sudeste - o município de Arganil
  • no sul - o município de Vila Nova de Poiesares
  • no oeste - o município de Coimbra
  • no noroeste - o município da Mealhada

Cidade do Porto (Porto)

Porto - a segunda maior cidade de Portugal, construída sobre rochas de granito sobre o rio Douro (Duero) na parte norte do país, a vista é um labirinto de belas ruas com prédios antigos, descendo abruptamente até o porto medieval. É difícil não sucumbir ao encanto das ruas estreitas, dos arcos e do aterro da cidade com muitos navios velhos que transportam vinho. Porto, que os europeus chamam de Porto, é um dos principais centros financeiros e econômicos da parte noroeste da Península Ibérica.

Destaques

Uma vez de um lado estava o assentamento romano Portus, e do lado oposto - Kalus. No início da Idade Média, a cidade começou a se chamar Portukale.

Os produtos mais famosos de Portugal, o vinho do Porto, recebeu o nome desta cidade, uma vez que este vinho foi retirado de Vila Nova de Guy, do outro lado do rio. A partir da década de 1850 os produtores de vinho começaram a resistir ao vinho nos armazéns do Porto e, desde então, cerca de 60 empresas produtoras de vinho têm escalado vinhas perto do porto. Eles organizam excursões com degustação.

Os residentes do Porto sempre se orgulharam da sua capacidade de trabalhar muito, mas o renascimento nos bares e restaurantes à noite prova que eles podem não só trabalhar mas também relaxar.

Foram construídas bonitas pontes sobre o rio Douro e casas coloridas com telhados vermelhos empoleirados numa encosta íngreme.

O que ver e experimentar

Porto - um verdadeiro cocktail arquitetônico. É melhor inspecioná-lo a pé, apesar do fato de que você terá que escalar várias colinas. A cidade tem uma vitalidade incrível. Há arquitetura moderna, galerias de arte, lojas chiques, restaurantes e até mesmo um novo metrô: os túneis de três linhas tiveram que ser martelados em penhascos de granito.

O rio Douro, originário da Espanha, sempre foi para o Porto a principal fonte de riqueza. No vale do rio há terraços com vinhas. Produz excelentes vinhos de mesa e famoso vinho do Porto. Tradicionalmente, o vinho do porto era entregue à cidade em barris de carvalho, que eram carregados em barcos de fundo chato com velas quadradas - barcos rabelos. E nos barris da cidade sobrecarregados nas caves frescas e húmidas de Vila Nova de Gaia (esta cidade está localizada em frente ao Porto, do outro lado do rio). Porto e hoje é armazenado nos mesmos armazéns, mas agora os barris são transportados por caminhão.

A cidade nasceu nas margens do rio, mas já passava das antigas muralhas. Praça da Liberdade (Praça da Liberdade)que hoje é o centro da cidade, está no alto de uma colina. Ao lado dela, atrás da prefeitura, fica o departamento central de turismo. (Rua Clube dos Fenianos 25, tel .: 223-393-472, www.portoturismo.pt). Para admirar o pitoresco labirinto das ruas do Porto e as fachadas pitorescas de antigas mansões, da Praça da Liberdade, caminhe para o oeste pela Rua dos Clérigos e suba até a torre do sino da Igreja do Barroco Clerico (Igreja de Clérigos; diário outubro-março 10.00-12.00, abril-julho, setembro 9.30-13.00, 14.30-19.00, agosto 10.00-19.00).

A estação Sau-Bento, espaçosa e muito bonita (Estai; ao lado de São Bento) é linda demais a alguns quarteirões a leste da igreja e ao sul da Praça da Liberdade - linda demais para ser considerada apenas uma estação. Foi construído em 1916. A sala de espera é decorada com magníficos painéis de azulejos que retratam cenas da história da cidade.

Sul da estação é o Bairro da Catedral. Catedral românica do século XII. (Se; de ​​abril a outubro todos os dias das 8h45 às 12h30, 14h30 às 19h, de novembro a março, de segunda a sábado até as 18h) Parece bastante sombrio e severo - é mais uma fortaleza do que uma igreja. No século XVIII. Foi feita uma tentativa de dar à catedral uma aparência mais moderna. Então decorações barrocas apareceram. Entrando na catedral, preste atenção no altar de prata barroco e na saída acima da entrada. Nesta catedral de granito de 1387, o rei Joan I casou-se com Filipe de Lancaster, assegurando assim a união sagrada entre Portugal e Inglaterra - a santidade é especialmente sentida no Porto, onde numerosas empresas inglesas estão envolvidas no comércio do porto.

Perto da Rua de Dom Hugo é a Casa Museu de Guerra Zhunekiro (Casa-Museu Guerra Junqueiro; Ter-Qui 10h -12h30, 14h-17h30, sex-sáb 10h -12h30, 14h-18h, dom 2h e 18h, ingresso grátis nos finais de semana). Nesta mansão no século XVIII. e viveu o famoso poeta Português, hoje você pode ver seus manuscritos, móveis e coleção de arte. No Largo 1 Dezembre pode visitar a Igreja de Santa Clara (Igreja de Santa Clara; Seg-Sex 9.30-11.30, 15.00-18.00) - o grande segredo do Porto que não é fácil de encontrar. Por trás de uma modesta fachada renascentista, encontra-se um luxuoso interior rococó.

Aconchegante área costeira do Cais da Ribeira (Cais da Ribeira) É muito popular entre os turistas e moradores da cidade. A UNESCO incluiu os antigos aterros do Porto na lista do Patrimônio Mundial da Humanidade.

Existem muitos restaurantes de peixe. Barcos de recreio saem daqui e amarras se estabelecem sob pontes pitorescas. A partir daqui, pode fazer um cruzeiro de uma semana no rio Douro até Regua. A mais bela ponte do rei Luis I (Ponte Dom Luis I) Foi construído em 1886. Sua altura é de 172 m, passa pelas casas coloridas da Ribeira e vai direto para as adegas de Vila Nova de Gaia.

Na colina acima do rio é o quarto de Bols. (Bolsa)nomeado em homenagem ao elegante palácio do século XIX Bols. (Praga do Infante Dom Henrique; diariamente de Abril a Outubro 9: 00-18: 30, Novembro - Março 9: 00-13: 00, 14: 00-17: 30, taxa de entrada; www.palaciodabolsa.pt). É claro que a bolsa de valores não funciona mais no palácio neoclássico ricamente decorado, mas os turistas puderam ver os interiores luxuosos. A principal decoração do palácio - Arab Hall (Salao Arabe)assemelhando-se aos palácios da Alhambra de Granada.

Perto da Rua do Infante D. Henrique fica a mais bela igreja da cidade - a igreja de Sau-Francisco (Igreja da São Francisco; diariamente de fevereiro a maio de 9.00 - 18.00, de junho a setembro 9.00-19.00, de julho a agosto de 9.00 a 20.00, de novembro a janeiro de 9.00 a 17.30, a entrada é paga). Atrás da fachada gótica da popa encontra-se um deslumbrante interior rococó dourado. Ornamentos e decorações douradas cobrem todas as paredes da igreja do chão ao teto. Preste atenção às esculturas de madeira dourada e pintada do século XVIII. "A árvore de Jessé" na parede norte. Para esta escultura você pode estudar a genealogia de Cristo.

Um interessante pequeno museu ficava em frente à igreja, onde as relíquias do antigo mosteiro são guardadas. Aqui você pode visitar as catacumbas.

A Casa da Infanta está localizada ao lado da Bolsa. (Casa do Infante; de ​​terça a sábado das 10: 00h às 12: 00h, das 14: 00h às 17: 00h, das 14: 00h às 17: 00h, a entrada é paga aos fins de semana, gratuita). Presumivelmente, foi aqui que nasceu Enrique the Navigator. Os residentes do Porto estão muito orgulhosos disso. A cidade sempre esteve muito intimamente ligada ao mar. Aqui a frota foi montada, que em 1415 capturou Ceuta. Para a frota que entrou em guerra com os mouros no norte da África, os patrióticos moradores do Porto deram a melhor carne de suas lojas e começaram a comer uma refeição. Por isso eles receberam o apelido de “três peyrus”, isto é, “comedores de bucho”.

Outros museus interessantes do Porto estão localizados a noroeste do centro da cidade. Museu Suaresh Dos Reisch (Rua Dom Manuel II; 14: 00-18: 00, Qua-Dom 10: 00-18: 00, taxa de entrada) - Esta é uma maravilhosa galeria de arte, localizada no palácio Carrankash do século XVIII. Aqui está o trabalho de artistas portugueses dos séculos XV-XX. Você verá as pinturas de José de Óbidos e as esculturas de Antonio Suares dos Reis. Preste atenção à magnífica escultura O Desterrado.

No Museu Romântico da Quinta da Masieirinha (Museu Romântico da Quinta da Macieirinha, Rua Entre-Quintas, 220, a oeste da Torre dos Clérigos; Ter-Sáb 10h-12h30, Dom 14h-17h30, taxa de entrada, grátis nos finais de semana) manteve uma coleção de obras de arte e mobiliário do século XIX, de propriedade do último rei da Sardenha.

Fãs de arte moderna e arquitetura devem visitar a Fundação de Serralves (Fundagao Serralves, Rua D. João de Castro 210, a cerca de 3 km a oeste da Torre dos Clérigos; Ter-Sex 10: 00-17: 00, Sábado, Dom 10: 00-19: 00, taxa de entrada, www.serralves.pt).

Este museu é composto por duas partes. O primeiro é um prédio moderno e sombrio, construído pelo famoso arquiteto local Alvar Siza Vieira. A segunda é uma linda mansão rosa no estilo Art Deco dos anos 30. Século XX., Rodeado por um belo jardim e um parque onde vivem cabras selvagens. Em ambas as partes do museu, são realizadas exposições temporárias de artistas portugueses e estrangeiros.

Se quiser provar um bom vinho do Porto, dirija-se ao Instituto do Vinho do Porto. (Seg-sáb 4: 00-24: 00; www. Ivp.pt)que fica ao lado do Palácio de Cristal, no final da Rua de Entre-Quintas. Este é um lugar maravilhoso de onde uma bela vista do rio Douro se abre até à sua confluência com o Oceano Atlântico. Outro lugar fantástico - Graham's Port Visitors 'Centre (De maio a setembro, todos os dias, das 9h30 às 18h00, domingo por acordo, de outubro a abril, de segunda a sexta, das 9h30 às 15h, das 14h às 17h30).

Vila Nova de Gaia

O nível inferior da ponte do rei Luís I leva-nos às caves de vinho de Vila Nova de Gaia (Vila Nova de Gaia). Estes edifícios baixos ocupam toda a costa sul. Aqui você espera nomes familiares e menos conhecidos - "Taylor", "Osborne" e "Ramos Pinto". Ao longo dos modernos calçadões repletos de restaurantes, onde você pode admirar uma vista muito bonita do Porto.

Embora a lei não exija mais isso, a maioria dos vinhos do porto ainda é misturada, armazenada e armazenada nas adegas de Gaia. (é assim que eles chamam essa cidade costeira).

Quase todas as adegas foram fundadas em 1703, após a assinatura do Tratado de Methuen, segundo o qual a Inglaterra concordou em reduzir os direitos de importação sobre o vinho do porto. A maioria dos fabricantes oferece passeios e degustações gratuitas para turistas.

Metro Porto

A maior parte da cidade antiga é melhor para percorrer a pé - passeie pelo centro ou desça até ao pitoresco bairro da Ribeira, na margem norte do Douro. No entanto, o metrô local não só irá salvá-lo de ter que empurrar em engarrafamentos sem fim (por exemplo, no Boaviste), mas também permite que você alcance rapidamente as partes mais interessantes da cidade. Uma dessas atrações é a luxuosa nova sala de concertos Casa da Música. O outro, onde grandes multidões correm em determinados dias, é o Estádio de Futebol Dragau, onde a equipe mundialmente famosa do Porto treina. Metro leva você para o outro lado do rio em Vila Nova de Gaia. Os trens são limpos e silenciosos, comprar bilhetes é fácil. Não se esqueça de dar um soco antes de embarcar no trem.

Museu do bonde

Preste atenção ao bonde antigo romântico no sopé da colina onde está localizado o bairro Bols. Ele leva você para o Museu de bondes. (Museu do Carro Electrico)onde você pode ver o primeiro bonde lançado no Porto em 1872

Passeios pela Costa

As praias mais próximas do Porto estão no oeste. O rio Douro fez uma grande barra de areia aqui. No oceano flui para a Foz do Douro (Foz do Douro). No século XIX. Foch era um resort popular, mas agora a água está altamente poluída.

No entanto, você ainda pode passar um dia e uma noite agradável nas praias e restaurantes locais e fazer uma excursão emocionante no pitoresco bonde antigo. (№ 18) da cidade ao "Castelo de Queijo" (Castelo do Queijo).

Um pouco ao norte para os resorts de praia da Costa Verde (Costa Verde) Minu. A água aqui não é a mais quente, mas limpa. Mais próximo ao Porto (apenas 27 km ao norte) há resorts em Vila do Conde (Vila do Conde) e Povoa do Varzim (Póvoa do Varzim). Vila do Conde é mais bonita e mais aconchegante que a vizinha.

A Póvoa do Varzim pode ser facilmente alcançada a pé.Este é um resort mais animado e construído, onde há até um cassino. Aconselhamo-lo a ir a Ratesh (Taxas)onde existe uma magnífica igreja românica do século XI.

Quando vir

Primavera ou outono.

Não perca

  • O Distrito da Ribeira, listado em 1996 na lista do Patrimônio Mundial da UNESCO. Esta pequena área bonita, onde muitos marcos arquitetônicos estão localizados, é ideal para caminhadas.
  • O Vale do Douro, com as suas vastas vinhas, é conhecido pela produção de vinho do Porto; Aqui você pode visitar vários vinhedos.
  • A catedral da cidade, construída no estilo do gótico português, perpetuou a vitória de Portugal sobre o exército muçulmano em 1510. O sino da catedral, considerado um dos melhores do mundo, é chamado de “dourado” por sua magnífica voz.
  • A Igreja de São Francisco é uma igreja original, construída em honra de São Francisco de Assis em 1383, expandida e finalmente concluída em 1425.
  • A igreja é o melhor exemplo da arquitectura gótica no Porto.

Deve saber

O Porto é o centro de produção de vinho do porto - o vinho que recebeu o seu nome em homenagem a esta cidade.

Parque Natural da Arrábida

Parque Natural da Arrábida Situa-se na margem norte da foz do rio Sado, entre Setúbal e a vila piscatória de Sesimbra. O parque foi fundado em 1976, cobre uma área de cerca de 108 quilômetros quadrados e é um dos 30 locais em Portugal que estão oficialmente sob proteção do Estado.

Destaques

Foi criado para preservar paisagens e muitas espécies de pássaros e animais, incluindo águias, gatos selvagens e texugos.

O nome Arrábida é derivado da palavra árabe para um lugar de oração, e as encostas arborizadas das colinas contribuem realmente para a solidão pacífica. As encostas viradas a sul estão cobertas de arbustos e árvores perenes, pinheiros e ciprestes, mais característicos do Mediterrâneo. As uvas crescem nas encostas do morro e na cidade de Vila Nogueira de Azeitão, famosa pelo seu vinho, especialmente o Moscatel de Serubal.

A zona do parque está localizada nas encostas da Arrábida, e o ponto mais alto do parque é a Serra do Arrabida. No parque existem duas praias populares entre os residentes de Lisboa e Setúbal.

Os visitantes poderão admirar as plantas que são características do clima mediterrânico. Entre tais plantas pode-se ver espécimes raros de Macchia, moitas de arbustos sempre-verdes que crescem somente no Mediterrâneo. A presença destas plantas é uma das razões pelas quais a área do parque na Arrábida é considerada uma relíquia internacional e científica única. A fim de preservar este tipo de flora, foram criadas zonas especiais que estão sob a proteção do pessoal do Parque e você só pode observá-las quando acompanhadas. No total, existem cerca de 213 espécies de animais vertebrados no parque, entre os quais há répteis, anfíbios, aves e mamíferos.

No parque natural da Arrábida, existe um espaço muito amplo para a solidão da vida na cidade, caminhadas ou passeios de bicicleta. No território existem empresas que oferecem serviços de organização de mergulho e escalada nas montanhas, e para os amantes da espeleologia - descendo para as cavernas. Para quem quiser saber mais sobre a vida dos animais e plantas, visite o Museu de Oceanografia, localizado no Forte Nossa Senhora da Arrábida, junto à praia do Portinho. Em 2004, um incêndio destruiu a maior parte do parque, que agora está sendo restaurado.

Nas colinas com vista para o mar é um magnífico mosteiro franciscano branco-neve do século 16, e ao longo da encosta da colina são cinco capelas separadas para a meditação solitária. A água nas praias protegidas do Portingo da Arrábida é cristalina e relativamente quente, o que as torna um popular local de férias para mergulhadores e entusiastas da pesca submarina.

O resto dos fabricantes de férias na praia pode dar um passeio em pequenos barcos ou caiaque ao largo da costa. Uma visita a Azeitão, uma vila composta por belas mansões e vilas e considerada o centro da produção de vinho local, traz muitos momentos agradáveis.

Cidade de sintra

Sintra - uma cidade em Portugal, localizada nas encostas setentrionais das colinas arborizadas do maciço de Sera di Sintra, a 30 km a noroeste de Lisboa e a apenas 12 km do mar. Sintra já foi a residência de verão da família real e hoje continua a ser um destino turístico romântico. Entre as densas florestas nas encostas se escondem antigos palácios e propriedades, que oferecem vistas soberbas.

O que ver

No centro da cidade é o pitoresco Palácio Real Nacional de Sintra (Palácio Nacional de Sintra, Paco Real; quinta-feira, das 10h às 17h30, taxa de entrada). Você o reconhecerá imediatamente por duas enormes chaminés cônicas brancas. Desde o início do século XIV. Este palácio foi a residência de verão dos reis portugueses. Os interiores e móveis do palácio são verdadeiramente magníficos. Uma das mais antigas e valiosas colecções de azulejos em Portugal é mantida aqui.

O palácio está rodeado por um maravilhoso parque paisagístico, foi reconstruído em 1839 e está entre os monumentos mais notáveis ​​da arquitetura em Portugal. O antigo mosteiro de Hieronymus, anexado ao palácio e estendido ao longo dos séculos, distingue-se pelos elementos da arte mourisca, gótica, manuelina e renascentista, que tanto gostava tanto Fernando como Sachs de Coburg, o rei consorte. Ele gostava de romantismo e mandou construir uma residência incomum no estilo bávaro - o palácio de verão para a família real. Muitos dos quartos e pátios estão decorados com azulejos azulezhush magníficos, pintados à mão com cerâmica dos séculos XV-XVI. A capela e o claustro fazem parte do mosteiro original, tudo o mais é uma verdadeira fantasia com torres de cor pastel e lacunas com elementos de estilo gótico, manuelino e renascentista. O parque paisagístico é lindamente planejado, tem uma cruz do século XVI, marcando o ponto mais alto do maciço de Sera di Sintra, que oferece uma vista maravilhosa.

A estrada íngreme sobe para as montanhas, para os monumentos mais pitorescos de Sintra. O mais antigo - castelo mouro (Castelo dos Mouros; diariamente 9,30-18,00, taxa de entrada). Esta fortaleza foi construída no oitavo século, depois que Portugal foi conquistado pelos mouros. Em 1147, a fortaleza foi tomada pelo destemido Afonso Henriques, e este evento foi a maior vitória da Reconquista em Portugal. Se você está cheio de força, não deixe de subir pelas fortificações para admirar a bela vista da fortaleza.

Ainda mais alto na colina, na mesma estrada sinuosa a 450 metros acima do nível do mar, fica o Palácio da Pena. (Palacio da Turnip; terças-feiras das 9h às 20h30, no inverno das 10h00 às 19h00) - uma peculiaridade arquitetônica incomum, construída de 1840 a 1849. A aparência do palácio de uma maneira incomum combina elementos de estilo gótico e renascentista, estilo manuelino e arquitetura mourisca. O palácio era o ninho de amor da rainha Mary II (1834-1853) e sua esposa Ferdinand de Sax-Coburg-Gotha. Os salões do palácio são ricamente decorados - às vezes até muito ricos.

Florestas densas e um clima frio confortável atraíram muitos românticos para Sintra. Poetas ingleses, escritores e estetas vieram para cá. Eles eram todos fascinados pela beleza deste lugar. O senhor Byron chamou Sintra de "jardim paradisíaco". Os proprietários de residências ricas procuraram superar uns aos outros. O imenso palácio do Quint da Regaleira (Quinta da Regaleira) construído em estilo gótico. O palácio é cercado por magníficos jardins mágicos, onde o poço misterioso está localizado. Quinta di Monserrate (Quinta de Monserrate) construído no estilo mourisco e famoso pelo seu jardim exótico. Palácio encantador Seteish (Palácio de Seteais)onde, após a derrota do exército napoleônico em 1809, uma trégua foi assinada, foi erguida para o comerciante de diamantes. Hoje em dia, o palácio foi transformado em um hotel de luxo com um ambiente refinado e belas pinturas nas paredes.

Não muito longe de Sintra é a bela cidade de Colares (Colares)Praia das Makas (Praia das Macas) e cabo rochoso Roca (Cabo da roca) - o ponto mais ocidental da Europa. Você encontrará todas as informações necessárias no Posto de Turismo de Sintra. (Praça da República).

Palácio da Pena (Palácio Nacional da Pena)

Palácio da Pena - O palácio em Portugal, localizado numa falésia alta sobre Sintra e tem um fantástico estilo pseudo-medieval. O palácio é a antiga residência real de verão, que foi construída no local onde o mosteiro abandonado havia sido localizado anteriormente.

O Palácio da Pena é um monumento nacional e decoração religiosa cultural de Portugal. Milhares de turistas vêm aqui todos os anos para ver este monumento em pessoa, reconhecido como Património Mundial da UNESCO, que foi declarado uma das sete maravilhas de Portugal.

História

A história do palácio começa na idade média. Acredita-se que então a Virgem Maria apareceu no morro, após o que a capela de Nossa Senhora da Pena foi construída naquele lugar.

D. Manuel I amou muito este local e, por sua ordem, um mosteiro foi construído e acrescentado ao templo e, durante vários séculos, foi um lugar calmo onde dezenas de monges adoravam e meditavam. Um total de 18 monges morou aqui. Um grande terremoto em 1775 destruiu o mosteiro, transformando-o em ruínas, mas a capela sobreviveu milagrosamente. Este lugar está vazio e por quase um século ninguém o visitou. No entanto, em 1838, o jovem príncipe Ferdinand visitou as ruínas, que ficaram impressionadas com a beleza de um edifício tão dilapidado. O príncipe adquiriu estas terras, incluindo o castelo vizinho dos mouros, a fim de construir um castelo para a família real de Portugal.

Para a construção foi convidado engenheiro de mineração Barão Wilhelm Ludwig von Eschwege da Alemanha. Ele viajou muito e criou um projeto do palácio em um estilo romântico, usando elementos arquitetônicos de diferentes países. Uma variedade de combinações exóticas de estilos incluiu: estilo eclético, estilo neo-gótico, estilo neo-renascentista, bem como fragmentos pseudo-medievais. O príncipe Ferdinando e a rainha Maria II participaram ativamente da criação do projeto do palácio, fazendo propostas para o seu design e simbolismo. Por sugestão da realeza, foram adicionados arcos abobadados e janelas magnificamente belas da fachada principal. Depois de Ferdinand, o palácio tornou-se propriedade de Alice Hensler de sua segunda esposa. Ela, por sua vez, vendeu o Palácio da Pena para o rei Luís, que estava envolvido em sua restauração, para que a família real pudesse visitá-lo. Após a restauração do palácio, o rei e sua família realmente chegaram a esse magnífico castelo. A conclusão do trabalho de construção teve em 1854. Este magnífico palácio não durou muito, no entanto, serviu como uma residência real.

Em 1910, a última rainha de Portugal, Amélia, passou a noite de despedida neste palácio e depois deixou definitivamente o país. A revolução republicana levou ao fato de que o palácio foi declarado monumento nacional e aberto ao público como um museu. Durante os longos anos de existência, as cores vermelha e amarela da fachada do palácio foram apagadas, e o palácio pareceu cinzento por muitos anos. No final do século XX, o palácio foi repintado, e as cores retornaram, o que causou muitas angústias portuguesas, pois não suspeitavam que o palácio já tivesse sido pintado com cores tão brilhantes.

Arquitetura

O interior do palácio Pena preservado na forma em que foi, após a partida da rainha Amélia. O complexo consiste em quatro partes: a base do palácio, com suas paredes circundantes com comportas e uma ponte levadiça; o antigo mosteiro e a torre com um relógio, restaurado após a destruição; pátio em frente à capela, decorado com arcos mouriscos; a zona do palácio e o bastião são cilíndricos com interiores apresentados no estilo da catedral. Dos edifícios originais sobreviveram muitos fragmentos, como a capela da sala de jantar do mosteiro e a sacristia. Estes edifícios estão rodeados por um amplo terraço, que oferece a melhor vista do palácio, lembrando a arquitetura.

Uma atração interessante do complexo do palácio é a torre do relógio de 1843. O relógio de sol da torre todos os dias ao meio-dia é ativado por um mecanismo que produz um tiro de arma.Outra atração é a imagem do Tritão, que simboliza a personificação da criação do mundo.

O Palácio da Pena rodeia uma enorme floresta, com mais de 200 hectares. O sabor exótico do romantismo é perceptível no design do parque. Por ordem do príncipe Ferdinando trouxe aqui uma variedade de plantas de países distantes. Magnólias norte-americanas, ginkgoes chineses, camélias japonesas e várias samambaias da Nova Zelândia estão localizadas nas proximidades. Caminhos e caminhos do parque formam todo um sistema de labirintos que ligam o palácio a lugares e saídas diferentes.

Informação útil

O Palácio da Pena está aberto diariamente das 09: 30h às 19: 00h e o parque está aberto até às 20: 00h.
Fechado em 25 de dezembro e 1º de janeiro.
Custo: € 13,50, crianças dos 6 aos 18 anos e idosos - € 11 (das 9h30 às 11h00 com desconto - 1 €).

Torre subterrânea em Sintra

Torre subterrânea em Sintra - a estrutura central do sistema de misteriosos túneis subterrâneos do complexo da Quinta da Regaleira, construído no início do século passado em Portugal. Parece servir como uma transição mística da luz para a escuridão. A entrada da torre subterrânea é guardada por guardas de penumbra representando o mundo da penumbra.

Segundo a lenda, em um poço misterioso de 27 metros de profundidade, lembrando uma torre invertida, os maçons conduziram ritos de iniciação. A cerimônia de iniciação na Loja Maçônica tradicionalmente terminou no fundo do poço, onde uma estrela de oito pontas é representada. A escada em espiral do poço com uma grade estranha coberta de musgo simboliza os círculos do céu ou do inferno, dependendo da direção do movimento. A torre de Sintra tem uma porta de pedra que leva a um túnel subterrâneo.

Assista ao vídeo: MELHOR CIDADE DE PORTUGAL! O PORTO. Partiu Paris! (Outubro 2019).

Loading...

Categorias Populares